Home Futebol Renato Gaúcho solta indireta após discurso de Tite no Flamengo: “Não pode se dar ao luxo”

Renato Gaúcho solta indireta após discurso de Tite no Flamengo: “Não pode se dar ao luxo”

Técnico sinalizou que trabalhar com dois grandes times é algo fora de questão no Grêmio

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Renato Gaúcho no Grêmio

Renato Gaúcho com Tite ao fundo em Grêmio x Flamengo no Brasileirão 2023. (Crédito: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

Derrotado pelo Vasco na primeira rodada, o Grêmio conseguiu respirar no Brasileirão. Atuando em casa, a equipe de Renato Gaúcho teve competência para aproveitar as chances criadas para vencer o Athletico-PR. Após o duelo, o técnico falou sobre o atual elenco do Tricolor e a impossibilidade de rodar o time com frequência.

PUBLICIDADE

Sem citar o nome de Tite, Renato Gaúcho soltou uma alfinetada relacionada ao Flamengo. Anteriormente, o técnico do clube carioca fez questão de citar que iria “sentar com a direção para estabelecer prioridades”. Neste contexto, o discurso foi mencionado, de forma indireta, para se defender o rodízio no Grêmio.

“O Grêmio tem um plantel que não pode se dar ao luxo de botar dois grandes times em campo toda hora. E tem clubes que têm dois grandes times para botar em campo e estão querendo priorizar, o que eu não tenho nada a ver, uma ou outra competição. Como que eu não vou poupar?”, disse Renato, em coletiva.

PUBLICIDADE

Renato Gaúcho faz pedido aos torcedores do Grêmio

Apesar do péssimo início na Libertadores, Renato Gaúcho vê um “momento ótimo” no Grêmio. Ciente que o plantel precisa de reforços, o técnico indicou que os recentes tropeços são normais.

“Vocês colocam o momento como conturbado. O momento do Grêmio é ótimo. Há 10 dias o Grêmio foi hepta. Entramos para história. Concordo que precisamos melhorar. Perdemos um jogo da Libertadores que não podíamos em casa, na estreia perdemos.”

“Da noite para o dia o Grêmio é o City ou Barcelona, que não pode perder. O Grêmio não tem plantel para ser campeão do mundo. Tropeços vão acontecer. O que eu peço ao torcedor é calma.”, afirmou.