Home Futebol Rizek aponta quem está “rasgando dinheiro” no futebol brasileiro: “Ao contrário do Palmeiras”

Rizek aponta quem está “rasgando dinheiro” no futebol brasileiro: “Ao contrário do Palmeiras”

Jornalista da Rede Globo sinalizou que o time alviverde possui menos margem para erros em contratações

Bruno Romão
26 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: [email protected]
Leila Pereira e Abel Ferreira.

Leila Pereira e Abel Ferreira, em diálogo no Palmeiras (Cesar Greco - Palmeiras)

Rivais na disputa por títulos nos últimos anos, Flamengo e Palmeiras se encontram em um patamar financeiro de respeito. Apesar dos números elevados, André Rizek considera que os clubes adotam uma postura diferente no mercado da bola. Isso porque o Rubro-Negro, na visão do apresentador, vem “rasgando dinheiro” em reforços milionários.

PUBLICIDADE

“São os clubes que estão dominando o cenário sul-americano. É inevitável comparar Palmeiras e Flamengo. O Palmeiras não pode se dar ao luxo de desperdiçar dinheiro. Ele arrecada R$ 600 milhões a menos que o Flamengo.”, disse Rizek, no Seleção SporTV.

“Eu acho que (o Flamengo) desperdiça. Quando se contrata o Vidal com um dos maiores salários da América do Sul, eu acho que o Flamengo rasgou dinheiro. Eu sei que o futebol não é ciência exata, você pode avaliar que o jogador pode fazer a diferença, ele chega e não acontece. Isso é possível.”, completou.

PUBLICIDADE

Além de Vidal, Rizek mencionou os gastos do Flamengo com Allan e Léo Ortiz. Enquanto o volante, contratado em 2023, não se firmou entre os titulares, o zagueiro ficou no banco ao ser desbancado por David Luiz no duelo contra o Millonarios, pela Libertadores.

“Se o Flamengo gasta R$ 50 milhões no Allan é para ele ser um jogador primordial, ele vem para ser mais um, rasgou dinheiro. Se traz o Léo Ortiz por R$ 40 milhões e ele não vem para ser uma opção claríssima de jogo, tá rasgando dinheiro.”, analisou.

Rizek cita restrição no Palmeiras

Adotando cautela, o Palmeiras realizou contratações menos badaladas em relação ao Flamengo. Neste contexto, Rizek sinalizou que a margem para erros no Verdão é menor, algo que motiva um maior cuidado no processo de mapear, negociar e, por fim, contratar os nomes avaliados pela comissão técnica.

“Acho que o Flamengo trabalha com muita gordura. Tem muito dinheiro, e gasta, às vezes, um dinheiro que não faz sentido, ao contrário do Palmeiras, que tem menos dinheiro e não pode se dar ao luxo de errar. Tem que ser preciso em tudo que gasta porque futebol não é ciência exata.”, afirmou.

PUBLICIDADE