Home Futebol Zico critica Tite por decisão em derrota do Flamengo na Libertadores: “Não entendi”

Zico critica Tite por decisão em derrota do Flamengo na Libertadores: “Não entendi”

Ídolo histórico do Rubro-Negro, Galinho explicou ainda como é jogar na altitude e as dificuldades que já enfrentou

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Zico, Flamengo

Zico em entrevista ao Sportv (Reprodução)

Zico, ex-jogador e ídolo do Flamengo, criticou Tite por não ter utilizado as cinco substituições disponíveis na partida contra o Bolívar em La Paz, na altitude de 3,6 mil metros, em jogo válido pela Libertadores.

PUBLICIDADE

Em entrevista ao Redação Sportv, ele questionou a decisão de Tite na derrota por 2 a 1. Entraram em campo pelo Flamengo somente os atacantes Luiz Araúo e Lorran, além do meia Matheus Gonçalves. O time terminou a partida com duas substituições por fazer.

“Então é lógico que a única coisa que não entendi é você, em jogos normais, você com todo mundo fazer as cinco substituições. Mas em um momento com essa altitude, sem fôlego, tem que colocar todo mundo para jogar, até o quinto goleiro bota”, questionou Zico.

PUBLICIDADE

Zico revelou já ter sofrido na altitude

O ex-meia disse que teve problemas quando atuou pelo Flamengo na altitude, nos anos 1980. Ele apontou diferenças na velocidade do jogo e no peso da bola.

“Você, por mais que esteja em uma boa condição que aguente, os caras dão uma pancada na bola e te obrigam a correr. A bola fica muito leve. Eu fui bater um escanteio lá e atravessei a bola para o outro lado. Você aqui dificilmente vê um goleiro dar um chute e a bola chegar no outro gol. Ontem, no final, o Rossi quase quis fazer um gol. A bola, quando toca no chão (ganha velocidade)”, disse Zico, que indicou ainda que os próprios atletas bolivianos sofrem com a altitude no Estádio Hernando Siles, em La Paz, capital da Bolívia.

“Eles mesmos, quantos passes erraram, o time do Bolívar, acostumado a jogar ali? Então é quase impossível fazer um jogo de futebol em uma situação como essa.”