Home Futebol Arsenal bate o Manchester United fora de casa e mantém o sonho do título da Premier League

Arsenal bate o Manchester United fora de casa e mantém o sonho do título da Premier League

Gunners buscam vitória que pode deixar o time com uma mão disputada taça da Premier League

Rogério Guimarães
Geógrafo de formação, trabalho com edição e conteúdo textual desde 2008, quando ingressei no universo dos materiais da área educacional. No segmento editorial, já publiquei conteúdo que vão de manual de máquinas a livros de poesia. Sou aficionado por notícias e tudo que esteja ligado ao conhecimento.
Trossard, do Arsenal, marca sobre o Manchester United

Leandro Trossard, do Arsenal, comemora o primeiro gol de seu time com o companheiro Havertz contra o Manchester United (Stu Forster/Getty Images)

O Manchester United não resistiu à pressão do Arsenal neste domingo (12) de Dia das Mães e perdeu em casa por 1 X 0. Com a vitória, o time de Mikel Arteta chega à liderança da Premier League e liga o secador contra o vice-líder Manchester City, que goleou ontem (11) o Fulham e tem um jogo a menos.

PUBLICIDADE

A partida começou eletrizante com o Manchester United pressionando como se estivesse brigando pelo título. Contudo, o Arsenal não demorou para impor um futebol com mais volume e qualidade de toque de bola.

O Arsenal mostrou força aos 11 minutos com Havertz, que mandou cruzamento rasteiro para Trossard escorar com tranquilidade contra a meta de Onana e abrir o placar em Old Trafford.

PUBLICIDADE

O jogo tinha tudo para ser mais disputado, mas teve mais nervosismo do que lances de efeitos. O Manchester United teve maior domínio de bola, mas não sabia o que fazer com ela. Garnacho tentou em jogada de linha de fundo, mas parou nas mãos de Raya.

Na retomada do segundo tempo, Garnacho tentou nova jogada pela linha de escanteio, mas o Arsenal ficou com a bola. O time de Mikel Arteta não se sentiu confortável com o perigoso placar de 1 X 0 e tentou pressionar os Gunners mesmo fora de casa com jogada de Rice aos nove minutos.

Após nova tentativa de Garnacho pelo United tranquilamente dominada por Raya, Ödegaard chutou forte de fora da área aos 19 minutos para defesa de Onana.

PUBLICIDADE

Essa parecia ser a dinâmica da partida, em que as equipes trabalhavam em contra-ataques, mas com definições ruins para o gols.

A entrada de Antony no lugar de Armad Diallo pelos Gunners ajudou a dar mais dinamismo ao ataque. Gabriel Martinelli, que entrou no lugar de Trossad, também fez jogada que exigiu bastante de Onana, que não teve respiro, pois Rice mandou uma bomba de fora da área.

O final da partida ficou caracterizado pela forte pressão do Arsenal em busca do gol de segurança frente a um Manchester United praticamente combalido. Com o resultado, o Arsenal chega à liderança com 86 pontos, um a menos do que o vice-líder Manchester City, que tem um jogo a menos.