Home Futebol Benja sinaliza time “quebrado” no Brasil: “Precisa de recuperação judicial”

Benja sinaliza time “quebrado” no Brasil: “Precisa de recuperação judicial”

Apresentador revelou possível venda milionária para equilíbrio financeiro nos bastidores

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Benja.

Benjamin Back, apresentador da CNN (Reprodução)

Destaque do Corinthians nos últimos jogos, Wesley vem despertando o interesse do futebol europeu. Mesmo que o jovem possa se valorizar ainda mais na sequência da temporada, Benjamin Back revelou que o atacante pode se despedir em breve. Isso porque o Timão atravessa um momento crítico nas finanças e a eventual venda passou a ser vista como indispensável para abastecer o fluxo de caixa.

PUBLICIDADE

“A informação que eu tenho é que o Wesley vai ser vendido. Não tem outra alternativa para o Corinthians respirar um pouco, financeiramente, neste ano. O Corinthians precisa vender o Wesley no meio do ano.”, disse, no “Domingol com Benja“.

Na sequência, Benja deu ênfase ao endividamento bilionário do Corinthians. Levando em conta o apanhado geral feito pela consultoria Ernst & Young, o apresentador foi sincero ao expor a hipótese de uma recuperação judicial com intuito de evitar a falência do clube.

PUBLICIDADE

“O Corinthians deve R$ 2 bilhões. A Ernst & Young (consultoria) deu que o Corinthians é insolvente. Insolvente significa que tá quebrado, precisa de uma recuperação judicial. O Corinthians precisa vender o Wesley no meio do ano. Infelizmente, não tem jeito.”, prosseguiu.

Benja lamenta saída de Cássio

Dono de uma história gloriosa no Corinthians, Cássio decidiu encerrar a passagem pelo Timão. Além da importância do goleiro em campo, Benja considera que a principal liderança do elenco não faz mais parte do grupo.

“Eu não gostaria que o Cássio tivesse saído. Ele não atravessa um bom momento, mas alguns jogos neste ano era para o Corinthians perder de goleada, e não perdeu por causa do Cássio. É o único líder que o Corinthians tem, não tinha outro. É o único que põe a cara pra bater e para-raio dos problemas. Não digam que o Cássio saiu pela porta dos fundos. A diretoria queria que ele ficasse, quem quis embora foi o Cássio.”, afirmou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial