Home Futebol Milly Lacombe compara Gabigol com Neymar: “Vestiu a fantasia”

Milly Lacombe compara Gabigol com Neymar: “Vestiu a fantasia”

Jornalista argumenta que o atacante do Flamengo está mais preocupado em ser celebridade do que jogador

Paulo Foles
Paulo Foles atua como redator do Torcedores.com desde 2018. Neste período, cobriu grandes eventos esportivos, incluindo a Copa do Mundo e Olimpíadas. Com passagem em "Futebol na Veia", "Esporte News Mundo", "The Playoffs" e outros, tem como foco o futebol brasileiro e internacional, além de experiências com NBA e NFL.
Gabigol e Neymar

Gabigol e Neymar juntos pela seleção brasileira. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Gabigol voltou a polemizar e nesta quinta-feira (16) foi flagrado vestindo a camisa do Corinthians ao lado de bebidas alcoólicas. A jornalista Milly Lacombe, no Uol, comparou o camisa 10 do Flamengo com Neymar, que também vira notícia com certa frequência por questões extracampo.

PUBLICIDADE

“Fora de campo, vestiu a fantasia da celebridade e, neymarizadamente, talvez acredite que só ele é malandro e somos todos manés”, disparou ela.

Em má fase dentro de campo desde 2023 e reserva absoluto no Flamengo neste momento, o atacante vive um processo de desgaste com os torcedores. Ele se tornou ídolo pelos títulos conquistados entre 2019 e 2022, mas nos últimos tempos vem colecionando fatos ruins.

PUBLICIDADE

“Pode parecer bobagem esse escândalo só por ter sido flagrado vestindo a camisa de um rival, mas eu argumentaria que, dado o contexto aqui colocado, está longe de ser”, pontuou a jornalista.

Sem produzir como anteriormente, Gabigol tem contrato com o Rubro-Negro até o fim deste ano e tudo leva a crer que o vínculo não será renovado, especialmente após as novas polêmicas. O atleta ficou sem jogar durante algumas semanas ao longo deste ano por conta de problemas com exames antidoping.

A diretoria do Flamengo resolveu punir o jogaddor após o episódio, segundo informações do jornalista Venê Casagrande.

Milly Lacombe menciona Zico

PUBLICIDADE

Maior ídolo da história do Flamengo, Zico também já colocou a camisa de um rival, mas em situação totalmente distinta, como argumentou a jornalista:

“Zico vestiu a camisa do Vasco em circunstâncias completamente distintas e, com o gesto, promoveu mensagem de paz, respeito e admiração. A fase de Zico era outra, Zico nunca desrespeitou as cores do Flamengo, Zico era atleta mais do que celebridade, Zico é incontestável”, declarou.

Ela ainda ressaltou que “tudo tem um contexto” e a história seria diferente se Gabigol estivesse jogando bem.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial