Home Futebol PVC projeta mais uma venda milionária do Palmeiras

PVC projeta mais uma venda milionária do Palmeiras

Comentarista analisou ainda declarações do técnico do Verdão sobre as movimentações envolvendo o mercado da bola palestrino

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
PVC, comentarista

PVC durante entrevista ao podcast Charla (Reprodução - YouTube)

Protagonista na vitória suada do Palmeiras sobre o Botafogo-SP pelo placar de 2 a 1, nesta quinta-feira (02), em jogo da 3ª fase da Copa do Brasil, o jovem Estêvão foi destaque na coluna do PVC, do UOL Esporte. Na avaliação do jornalista, embora Abel Ferreira tenha sinalizado o desejo de que a diretoria não venda o jovem que já é uma realidade, esse destino dificilmente será contornado.

PUBLICIDADE

Na concepção de PVC, embora o comandante português se manifeste dessa forma, e tenha um prestígio enorme dentro do clube palestrino, Estêvão deve ser vendido em um futuro próximo.

“O plano do Palmeiras não mudou. É repetir com Estêvão o que se fez com Endrick. Se com o camisa 9, foram 72 milhões de euros, fala-se em até R$ 300 milhões do Chelsea por Estêvão”, iniciou PVC no texto opinativo.

PUBLICIDADE

“A pergunta é : quanto o Palmeiras poderia ganhar com o marketing de possuir um dos jogadores mais talentosos do planeta na próxima geração? Quanto dinheiro o Barcelona ganhou com Messi, sem jamais vendê-lo? Quanto perdeu depois de não o ter mais em seu elenco?”, seguiu o comentarista, refletindo sobre a importância de se manter os craques prodígios por mais tempo em solo nacional.

“A resposta parece não existir, mas o Santos arrecadou mais enquanto teve Neymar do que no momento de sua venda. O Brasil só terá, de verdade, essa resposta, quando algum clube voltar a acreditar que lugar de craque é jogando num grande clube do Brasil…”, complementou PVC.

Exaltado por PVC, Estêvão também foi herói na Libertadores

Aproveitado de forma mais incisiva pelo técnico Abel Ferreira em 2024, Estêvão marcou contra o Botafogo-SP o seu segundo gol no profissional, e o garoto de 17 anos parece ter gostado de balançar as redes em confrontos decisivos. Na última semana, o atacante já havia deixado sua marca na brilhante vitória frente o Independiente del Valle, fora de casa, anotando o tento da virada de 3 a 2 já nos acréscimos, a exemplo do que aconteceu contra a Pantera.