Home Futebol Remo anuncia demissão do técnico Gustavo Morínigo

Remo anuncia demissão do técnico Gustavo Morínigo

Empate contra o Tombense pela Série C do Brasileirão encerra passagem do treinador no Leão Azul

Flavio Souza
Formado em Gestão de TI e cursando Jornalismo. Desde 2006 escrevo sobre esportes em geral, ingressando em dezembro de 2018 no site Torcedores.com, onde atualmente exerço função de Colaborador Sênior. Atualmente meu foco é no futebol brasileiro e internacional, mas procuro falar sobre outras modalidades, como esportes olímpicos, por exemplo. Meu foco é trazer informações relevantes sobre os clubes fora de campo, como entrevistas, análises financeiras, desempenho das equipes em redes sociais e análises táticas.
Gustavo Morínigo, ex-treinador do Remo

Gustavo Morínigo, ex-treinador do Remo (X oficial Remo)

Nesta segunda-feira (20), o Remo encerrou o contrato do treinador Gustavo Morínigo e do auxiliar-técnico Diosnel Burgos. A informação foi divulgada em nota oficial da equipe paraense.

PUBLICIDADE

O treinador paraguaio, contratado pelo Remo no dia 4 de março, deixa o clube com menos de três meses no cargo, após 16 jogos disputados, entre Campeonato Paraense, Copa Verde e Série C do Campeonato Brasileiro, com sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas.

PUBLICIDADE

Desempenho ruim no comando do Remo

Com o empate sem gols contra o Tombense, o Remo terminou a 5ª rodada da Série C do Brasileirão na 14ª colocação, com quatro pontos ganhos, três acima da zona de rebaixamento e seis atrás do G4.

Além do início ruim na terceira divisão, pesou na demissão os tropeços contra o rival Paysandu. O Azulão foi eliminado nas semifinais da Copa Verde nas penalidades e foi vice-campeão do Campeonato Paraense para o Papão.

Aposta estrangeira sem sucesso

Gustavo Morínigo é um técnico que desde 2021 vem trabalhando no futebol brasileiro. Ex-treinador do Cerro Porteño e Libertad, ambos do Paraguai, o treinador comandou a base sub-20, sub-17 e foi interino na seleção principal do seu país até aceita o desafio de comandar o Coritiba.

Em seu primeiro clube no Brasil ele garantiu a conquista do Campeonato Paranaense e conduziu o Coxa de volta à elite do Brasileirão, sendo inclusive o treinador com maior tempo na equipe desde 2013.

PUBLICIDADE

Demitido em agosto de 2022, Gustavo foi contratado pelo Ceará em novembro de 2022, porém foi desligado cinco meses depois após 24 partidas, com uma campanha abaixo do esperado, com a perda do título do Campeonato Cearense, eliminação na segunda fase da Copa do Brasil e um início ruim na Série B do Campeonato Brasileiro.

Já em maio de 2023 ele aceitou o desafio de comandar o Avaí na segunda divisão nacional, mas sua massagem também foi curta, com menos de dois meses, apenas nove jogos e nenhuma vitória.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial