Home Futebol RMP ironiza Leila Pereira em possível negócio da Crefisa pelo Vasco: “Papai Noel”

RMP ironiza Leila Pereira em possível negócio da Crefisa pelo Vasco: “Papai Noel”

Empresa que patrocina o Palmeiras estaria prestes a comprar a SAF do Vasco, que vive litígio com a 777 Partners

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.
Leila Pereira, Palmeiras

Leila Pereira em coletiva no CT do Palmeiras (Cesar Greco / Agência Palmeiras)

Renato Maurício Prado, o RMP, ironizou a viagem de representantes da Crefisa para os Estados Unidos para negociar com a 777 Partners a compra da SAF do Vasco. Segundo o repórter Danilo Lavieri, do UOL, Leila Pereira, presidente do Palmeiras, está com o grupo, mas “não está envolvida no negócio”.

PUBLICIDADE

RMP não perdoou e compartilhou a informação do jornalista sobre a mandatária do Verdão.

“Tá bom. Papai Noel será o intermediário…”

O Vasco conseguiu uma liminar na Justiça para que a SAF saísse das mãos da 777 Partners, inicando uma briga judicial. Neste momento, o Vasco associativo, presidido por Pedrinho, está no poder do futebol.

Pedrinho disse que Leila não tem relação com o negócio

A Crefisa tem sido colocada como empresa interessada no Vasco desde fevereiro, quando a própria Leila Pereira negou qualquer chance de fechar com o clube carioca.

Entretanto, Pedrinho e José Lamacchia, dono da empresa, se aproximaram e um acordo pode ser efetivado.

“A Leila tem que estar completamente destacada nisso, minha relação é com o José”, disse Pedrinho em trecho de entrevista publicada pelo UOL.

PUBLICIDADE

“Não tem conflito nenhum. José é meu amigo, tem interesse em ajudar o Vasco e a Crefisa tem interesse em ajudar o Vasco. Ponto.”

O ex-jogador e atual presidente do Vasco chamou Leila Pereira de “referência”, mas que as pessoas estariam confundindo a relação.

“Sou um amigo muito íntimo do José Lamacchia. A Leila é uma referência no que diz sobre gestão esportiva e coragem, só que as pessoas confundem. Minha relação com o senhor José não tem nada a ver com a Leila”, deixou claro o mandatário do Vasco, que agora também controla a SAF após decisão da Justiça.

“A minha relação é direto com ele, que sempre se mostrou muito disposto em ajudar o Vasco. A Crefisa é uma empresa séria, há anos no mercado, não preciso nem falar.”

PUBLICIDADE

Pedrinho ainda fez questão de afirmar que o Vasco não volta a ser uma associação após a decisão liminar.

“O futebol não volta para o associativo, permanece e permanecerá com a SAF. A SAF continuará para sempre. Todo planejamento esportivo e financeiro continua com a SAF”, apontou o presidente.

“Mesmo com as restrições, nunca deixei de sinalizar tudo o que estava acontecendo.”

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial