Home Futebol André Hernan critica postura de treinadores do futebol brasileiro: “Cultura paternalista”

André Hernan critica postura de treinadores do futebol brasileiro: “Cultura paternalista”

Jornalista esportivo abriu o jogo sobre a postura de técnicos, principalmente após o incidente entre Abel Ferreira e Dudu

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Trabalho como redatora desde 2018, fazendo cobertura de mídia esportiva, futebol, tênis e esportes americanos. Sou colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
André Hernan

André Hernan em entrevista a podcast (Créditos: "Flow Sport Club")

Recentemente, a situação de Dudu com o Palmeiras teve uma série de capítulos que trouxeram tensão para os torcedores. Entre as especulações que teriam motivado uma possível saída do atacante estaria um relacionamento tenso com Abel Ferreira. Após a vitória por 4 a 0 contra o Atlético-MG, o treinador português descartou qualquer tipo de tensão nos bastidores e foi objeto de análise de André Hernan.

PUBLICIDADE

Em programa esportivo De Primeira do Portal UOL, os comentaristas esportivos analisaram a situação entre Abel Ferreira e Dudu. Na opinião de PVC, não houve mentira por parte do técnico e disse: “O que não significa que não há ruído de comunicação do Dudu com Abel. Abel não faz nada de errado nesse episódio. Acontece que a cultura do mimo no futebol brasileiro”.

Segundo PVC, um dos episódios que incomodaram o atacante foi ter sido barrado na comemoração do Campeonato Paulista de 2024. Logo, explicou: “Não paparicado o ídolo do Palmeiras, isso foi criando ruídos. E quem convive com Dudu já sabe. Dudu é uma pessoa boa, indiscutivelmente boa, mas não é muito fácil conviver com ele”.

PUBLICIDADE

Por outro lado, André Hernan crava que a situação nos bastidores do Palmeiras para Dudu depende muito de como voltará e da sua relação com os torcedores. Especificamente sobre Abel Ferreira, detalhou: “Sobre a relação Dudu e Abel Ferreira, o que me contaram e já não é a primeira vez que esse assunto vem. … Tem uma imagem que o Dudu fica bravo ao ser substituído e aí começou a se especular que não era uma relação saudável entre Abel e Dudu”.

Entretanto, para André Hernan tem uma questão cultural que permeia esta situação baseada numa “cultura paternalista”. Onde os treinadores do futebol nacional costumam aturar algum tipo de comportamento dos atletas e conduzir como um “paizão”. No Palmeiras, treinadores como Abel Braga e Felipão se encaixavam neste perfil. Enquanto Abel Ferreira segue uma linha com base no “papo reto e trabalho”.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial