Home Futebol Benja antecipa “desastre” no futebol brasileiro: “Vai terminar igual ao Cruzeiro”

Benja antecipa “desastre” no futebol brasileiro: “Vai terminar igual ao Cruzeiro”

Apresentador revelou bastidores e, no momento, descarta possível reconstrução nos bastidores

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Benjamin Back.

Benjamin Back, apresentador da CNN (Reprodução)

Pessimista com o futuro do Corinthians, Benjamin Back prevê um desfecho trágico da atual situação no clube. Levando em conta que o patrocínio máster, rompido pela VaideBet, virou caso de polícia, o comunicador enxerga uma proximidade do Timão repetir a história do Cruzeiro. Isso porque o ambiente caótico nos bastidores, além de novas dívidas, pode culminar no rebaixamento em campo.

PUBLICIDADE

“Infelizmente, eu digo que vai terminar igual ao Cruzeiro. Tenho certeza. Eu não acho que entendo de futebol mais do que ninguém, mas eu entendo de Corinthians. Sou sócio desde 93, fui diretor e conselheiro, conheço lá dentro. É assustador o que vem pela frente. O Corinthians não tem uma luz no fim do túnel.”, disse Benja, em entrevista ao Charla Podcast.

Na sequência, Benja relatou que pessoas de dentro do Corinthians têm intenção de sabotar o clube. Ainda que tenha feito um alerta ao presidente Augusto Melo, o conselho foi ignorado na gestão.

PUBLICIDADE

“O Corinthians tem uma dívida absurda, tem pessoas lá dentro que jogam contra, pessoas que estão fazendo de tudo para dar errado… eu votei no Augusto e, no dia da eleição, eu falei: ‘Cuidado com o departamento de futebol. Não dá na mão dessas pessoas, ele foi lá e deu’.”, contou.

De acordo com Benja, o Corinthians perdeu a chance de contratar Alexandre Mattos para assumir o comando do futebol. Neste cenário, após a saída de Cássio, Carlos Miguel está próximo de uma despedida por falta de competência nos bastidores.

“Ele tinha um apoio maciço da torcida do Corinthians e um crédito com a imprensa. Ele largou errado. Eu falei que, se ele ligasse para o Alexandre Mattos, ele viria amanhã.”

“O Corinthians tinha que ter renovado o contrato do Carlos Miguel antes e contratado um goleiro antes. Eu falei quando o Cássio foi embora que corria o risco de não ter goleiro nenhum daqui um ano.”, afirmou.

PUBLICIDADE

Benja reprova gastos do Corinthians

Por fim, Benja citou os investimentos altos feitos pelo Corinthians no mercado da bola. Discordando dos valores envolvendo Igor Coronado, Pedro Raul e Matheuzinho, o apresentador lembrou que Diego Palacios, atualmente lesionado, foi contratado com um problema crônico de cartilagem no joelho.

“Como é que traz o Palacios com problema de cartilagem? Como que traz o Igor Coronado ganhando duas ‘milhas’ por mês? Pagaram 4 milhões de euros por 60% do Matheuzinho, negócio de louco. O Pedro Raul foi 5 milhões de dólares, R$ 750 ‘pau’ por mês de salário, se pegar o Pedro Raul com Coronado, são quase R$ 100 milhões.”, externou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial