Home Futebol Edmundo indica time com torcedores extraordinários no Brasil: “Não vai acabar”

Edmundo indica time com torcedores extraordinários no Brasil: “Não vai acabar”

Ex-jogador considera que possível rebaixamento não vai motivar abandono coletivo dentro do futebol nacional

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Edmundo.

Edmundo, ex-jogador e comentarista (Reprodução)

Apesar do baque causado pela goleada do Flamengo, Edmundo fez questão de exaltar os torcedores do Vasco. Sem condenar os cruz-maltinos que deixaram o Maracanã antes do apito final, o ‘Animal’ acredita que a postura na reta final do jogo foi digna da grandeza do clube. Isso porque houve uma resposta aos gritos de provocação que vieram dos Rubro-Negros.

PUBLICIDADE

“Alguns torcedores foram embora porque o sentimento é forte, mas deu uma demonstração muito bonita. Quando a torcida do Flamengo começou a gritar ‘olé’, a torcida do Vasco reagiu e gritou bem alto.”, disse Edmundo, em live no canal Mundo Ed.

Mesmo que o Vasco seja rebaixado no Brasileirão, Edmundo enxerga que o amor pelo time é inesgotável. Neste cenário, os torcedores vão estar presentes em qualquer tipo de reconstrução para recolocar o clube no lugar devido.

PUBLICIDADE

“O amor pelo Vasco não vai acabar. Se o Vasco cair de novo, tomar outro 6 a 1, 8 a 0… o amor não vai acabar. Isso eu não tenho dúvida. O amor é genuíno e eterno. A torcida do Vasco foi, mais uma vez, brilhante.”, afirmou.

Em relação ao desfecho do clássico, Edmundo não vê nenhum tipo de influência dos torcedores do Vasco. Ainda que a pressão tenha sido forte, o resultado ocorreu, na visão do ex-jogador, pelo desempenho dos atletas em conjunto com as escolhas de Álvaro Pacheco.

“A gente não pode dizer que a torcida tem alguma participação nessa goleada. É 100% dos atletas que vão à campo. Talvez 99% porque quem escalou aquele time foi o técnico, que tem 1%. Ele não tem conhecimento nenhum da história do clássico e dos jogadores que mandou à campo.”, afirmou.

Edmundo cobra esforço máximo no Vasco

Avaliando que o Vasco possui uma boa equipe, Edmundo apontou que o esforço coletivo vai promover uma evolução. Diante disso, o ídolo do clube espera uma maior entrega para compensar o atropelo histórico contra o maior rival.

PUBLICIDADE

“O futebol não é um esporte individual, é coletivo. É uma obrigação do técnico fazer essa galera jogar melhor e correr um pouco mais. Correr é obrigação. Jogar bem, fazer gol e assistência não é sempre, mas correr é obrigação em todos os jogos.”, opinou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial