Home Futebol Sormani banca risco de “apequenamento” em clube do Brasileirão: “Elenco fraco”

Sormani banca risco de “apequenamento” em clube do Brasileirão: “Elenco fraco”

Jornalista apontou situação caótica que pode resultar em desastre no final da temporada

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Sormani.

Sormani, em discurso na Placar TV (Reprodução)

Levando em conta os resultados contra Flamengo e Palmeiras, Sormani foi sincero ao falar do Vasco. Sem nenhum tipo de arrodeio, o comunicador, ao citar parte do time que esteve no Allianz Parque, considera que o atual plantel é bastante fraco. Neste cenário, o quarteto formado por Maicon, Rossi, David e Zé Gabriel ganhou ênfase no discurso.

PUBLICIDADE

“Não dá para cobrar do técnico, o elenco é fraco. Com todo respeito, o Maicon não dá mais, cara. Rossi, David, Zé Gabriel… é duro. Colocou em campo: Sforza, Adson, Rayan, Paulo Henrique, Victor Luis e Hugo Moura. O elenco é ruim. A situação do Vasco é muito complicada.”, disse Sormani, na Placar TV.

“O Criciúma ganhou do Vasco de 4 a 0, em São Januário, e tomou cinco do Cuiabá, em casa. Você fala assim: ‘O Criciúma ganhou porque foi o Vasco’. É mais um ponto dentro dessa análise a respeito da fragilidade, e eu não gosto dessa palavra porque todo mundo fala.”, acrescentou.

PUBLICIDADE

Na sequência, Sormani acredita que, assim como o Santos, o Vasco vem flertando com o processo de “apequenamento”. Diante do alerta, o jornalista vê a necessidade urgente do Cruz-Maltino aumentar a capacidade de São Januário para fazer jus ao tamanho do clube.

“O Vasco joga contra o Cruzeiro, em São Januário, que está em viés de alta. O Santos começa a ficar um time pequeno, do ponto de vista competitivo, quando passa a jogar na Vila Belmiro. Esse é o alerta para o Vasco e o Santos. Ou reforma São Januário e faz para 50 mil pessoas porque não dá para jogar em gaiola.

“O apequenamento acontece nesses momentos. As grandes equipes jogam em grandes estádios. Me cita um time grande do futebol mundial que joga em estádio pequeno. Não tem.”, alertou.

Sormani não confia em gestão de Pedrinho

Atualmente à frente do Vasco, Pedrinho está lidando com um cenário caótico. Embora o presidente tenha capacidade de colocar ordem na casa, Sormani não aprova o afastamento da 777 Partners, tendo em vista a falta de experiência do atual mandatário máximo.

PUBLICIDADE

“Afastar a 777 e voltar ao que era, com o Pedrinho de presidente, uma pessoa que não tem experiência nenhuma para exercer essa função, é o melhor? Não está dando certo.”, afirmou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial