Home Futebol Vampeta aponta técnico gringo que “não é maior” em relação aos brasileiros

Vampeta aponta técnico gringo que “não é maior” em relação aos brasileiros

Comentarista também apontou que sucesso de Jorge Jesus e Abel Ferreira não foi planejado em Flamengo e Palmeiras

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Vampeta.

Vampeta, comentarista da Jovem Pan (Reprodução)

Entrevistando o técnico Pintado, Vampeta foi sincero ao falar dos técnicos estrangeiros no Brasil. Levando em conta o alto número de gringos, o ex-jogador trouxe o caso de António Oliveira no Corinthians como exemplo. Mesmo acreditando que todos os profissionais merecem oportunidades, houve uma sinalização de que o português ainda está abaixo de outros treinadores do futebol nacional.

PUBLICIDADE

“Em nenhum momento da história teve tantos treinadores estrangeiros do país. Na Série A do Campeonato Brasileiro são 10 treinadores brasileiros e 10 estrangeiros.”, disse o Velho Vamp, no podcast Reis da Resenha, da Jovem Pan.

“O António Oliveira é treinador do Corinthians. Com todo respeito, todo mundo tem que ter suas oportunidades, mas eu ainda não vejo o António Oliveira maior que muitos treinadores que têm no país.”, acrescentou.

PUBLICIDADE

Em relação ao Flamengo e Palmeiras, Vampeta considera que o sucesso de Jorge Jesus e Abel Ferreira não foi planejado. Enquanto o ‘Mister’ foi contratado no meio da temporada para o lugar de Abel Braga, o comandante do time alviverde recebeu uma oferta após recusas de outros treinadores.

“Quando o Jorge Jesus vem e faz aquele trabalho no Flamengo, foi uma coisa que o Flamengo não planejou e o Jorge Jesus cai lá. O Palmeiras não planejou o Abel Ferreira porque foi atrás de outros treinadores e caiu o Abel no Palmeiras. Esses dois portugueses conquistam Libertadores, Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e vão ao Mundial de Clubes.”

“O Abel continua no Palmeiras ganhando títulos e o Jorge Jesus foi embora. Não foi uma coisa muito planejada.”, afirmou.

Pintado vê injustiça com técnicos brasileiros

Respondendo Vampeta, Pintado considera que os estrangeiros possuem uma facilidade maior para exercer a profissão no Brasil. Enquanto isso, os técnicos nacionais precisam cumprir uma série de exigências e, em alguns casos, se encontram totalmente acima dos gringos em qualidade de trabalho.

PUBLICIDADE

“A discussão começa porque qualquer estrangeiro com uma carteira de identidade pode trabalhar no Brasil. Nós, treinadores brasileiros, precisamos da licença da AFA na Argentina, da UEFA para trabalhar na Europa e uma chancela da Conmebol para trabalhar em qualquer país. Isso é injusto.”

“Muita gente está contratando estrangeiros, mas nunca viu o cara dar treino e não sabe se o cara quer participar dessa loucura que é o futebol brasileiro. Tem estrangeiros bons e de qualidade, mas a gente já viu treinadores do mesmo nível e abaixo dos brasileiros trabalhando no futebol mais vencedor do mundo.”, opinou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial