Home Futebol Zé Elias aponta técnico protagonista no futebol brasileiro: “Time chato”

Zé Elias aponta técnico protagonista no futebol brasileiro: “Time chato”

Comentarista exaltou profissional que assume responsabilidade e blinda totalmente os jogadores

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Zé Elias.

Zé Elias, comentarista da ESPN (Reprodução)

Antes da bola rolar em Flamengo x Grêmio, Zé Elias elogiou o trabalho de Renato Gaúcho. Enxergando que o técnico assume o status de protagonista ao proteger os atletas, o ex-jogador valorizou o comportamento de desviar o foco do elenco. Neste cenário, existe um conforto maior para alcançar os resultados em campo.

PUBLICIDADE

“O Grêmio tem um trunfo importante. Um cara que sabe mexer, entende a história, característica, a grandeza da camisa, consegue chamar a atenção e tirar os problemas dos jogadores: O Renato. Ele consegue fazer isso, assume a responsabilidade. Ele consegue desviar a atenção.”, disse Zé Elias, no ESPN F90.

Sem Diego Costa, Renato Gaúcho deve escalar JP Galvão no ataque do Grêmio. Embora o impacto da ausência seja relevante, Zé Elias acredita que o Grêmio, visto como um time “chato”, está longe do status de enfraquecido, tendo em vista a sinalização de imensa dificuldade dos adversários.

PUBLICIDADE

“Ele estava virando referência e assumindo um papel de liderança no clube. O JP é um jogador diferente, são outras características […] Mas o Grêmio continua forte. Vai ser complicado de jogar, é um time muito chato.”, prosseguiu.

Zé Elias cogita explicação de Tite no Flamengo

Em relação ao Flamengo, Zé Elias entende a decisão de Tite em improvisar jogadores e não escalar apenas jovens da base. Enfatizando o atual momento de ausências no elenco, o comentarista vê brecha para que, em eventuais fracasso no futuro, a situação seja utilizada como justificativa pelo técnico.

“O Tite sempre foi assim. Dificilmente ele dá chance a um garoto. Só dá chance quando não tem outro. O Tite é cobrado por resultados, é compreensível. Ele precisa do resultado. Para mim, não é surpresa nenhuma ele optar por fazer isso para ter um time mais maduro.”

“Todos nós sabíamos que isso ia acontecer com o Flamengo. O problema é quando não vem o resultado e joga mais ou menos. O treinador fala que tem problemas… ele já preparou a cama […] Se acontecer alguma coisa do Flamengo não ganhar ou não jogar bem, o Tite vai falar: ‘Eu disse que ia ter esse tipo de dificuldade’. É tudo planejado. No futebol, nada é por acaso.”, indicou.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial