Home Futebol Craque Neto poupa técnico histórico da seleção brasileira: “Ele é o culpado?”

Craque Neto poupa técnico histórico da seleção brasileira: “Ele é o culpado?”

Apresentador considera que os dirigentes têm grande parcela de culpa pelo atual momento do futebol nacional

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Craque Neto.

Craque Neto, apresentador da Band (Reprodução)

Craque Neto não alivia no momento de criticar os rumos da gestão da CBF. Embora a seleção esteja atravessando um momento sem brilho em campo, o ex-jogador faz questão de atribuir uma grande parcela de culpa aos cartolas que tomam decisões nos bastidores. Além disso, o legado de Felipão no futebol foi devidamente valorizado.

PUBLICIDADE

No dia em que o fatídico 7 a 1 completa 10 anos, Neto quis defender Felipão. Mesmo que a goleada seja uma mancha na carreira do técnico, o apresentador não vê o fracasso na Copa de 2014 totalmente na conta de Scolari, dono de títulos históricos ao longo dos anos.

“Vocês acabaram com o Telê Santana e acabam com o Felipão. O cara ganhou uma Copa do Mundo sem levar o Romário. Foi campeão da Copa do Brasil e Libertadores. É campeão de tudo, e ficou marcado pelo 7 a 1.”, disse o Craque Neto, no programa Os Donos da Bola.

PUBLICIDADE

“Ele é o culpado do 7 a 1, ou é o Ricardo Teixeira? O Rogério Caboclo? Vocês não lembram do Nuzman. Os culpados são só os que jogam? E os que dirigem, contratam e fazem patrocínios?”, acrescentou.

Em relação ao último fracasso do Brasil, Neto acredita que as mudanças na CBF sequer são lembradas pela imprensa. Segundo o discurso, o jejum de títulos em Copas do Mundo passa pela desorganização da entidade máxima do futebol nacional.

“Qual é a profissão de vocês que são da CBF? Alguém fala do José Maria Marin, que foi preso? Aqui na Band, Globo, SBT, Record… quem que fala que o Rogério Caboclo saiu seis meses antes de uma Copa do Mundo por assédio sexual? Quem fala do Ricardo Teixeira e do Marco Polo Del Nero?”, questionou.

Craque Neto vê seleção francesa como exemplo

Levando em conta os 12 anos de Didier Deschamps à frente da França, Neto lembrou o histórico recente do Brasil. Campeão mundial em 2018 e vice-campeão em 2022, o técnico luta pelo título da Eurocopa, trabalho que, na visão do ex-jogador, deveria servir de exemplo para a CBF.

PUBLICIDADE

“O futebol está assim, mas por quê? A gente tem uma geração ruim de bola. Mas o que é pior? Uma geração ruim ou as pessoas que dirigiram a CBF? Vou enumerar os treinadores: Diniz, Dorival Júnior, Tite, em duas Copas, Ramon Menezes… o treinador da França está há muito tempo. É o Deschamps, que está lá há 12 anos. O que a gente tem?”, externou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial