Home Futebol Flavio Prado lembra dupla em decadência e vê exagero do Palmeiras com Gabigol

Flavio Prado lembra dupla em decadência e vê exagero do Palmeiras com Gabigol

Jornalista acredita que lado psicológico será crucial para o atacante alcançar volta por cima em campo

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Flavio Prado.

Flavio Prado, em transmissão da Jovem Pan (Reprodução)

Flavio Prado trouxe um alerta sobre o interesse do Palmeiras e Gabigol. Levando em conta a oferta de pré-contrato de quatro anos, o comunicador vê um exagero no período de vínculo. Porém, diante da escassez de artilheiros no mercado, houve uma aposta de que o acordo só deve ocorrer com uma proposta amplamente satisfatória.

PUBLICIDADE

Sem nenhuma investida apresentada ao Flamengo, a tendência é que Gabigol, caso aceite jogar no Palmeiras, chegue de graça em janeiro de 2025. Apesar da alta expectativa, Flavio Prado não vê o sucesso do atacante como algo garantido.

“Eu acho quatro anos muito tempo. É muito arriscado. Deve ter havido um consenso de: ‘Se ele não vier, quem tem para essa posição?’. Não é fácil achar um fazedor de gols. Eles estão acreditando que o Gabriel pode voltar.”, disse Flavio Prado, no Bate-Pronto, da Jovem Pan.

PUBLICIDADE

“Ele foi mal no ano passado. Neste ano, eu achava que ele iria entrar arrebentando. Não veio. Isso é preocupante.”, acrescentou.

Descartando que Gabigol desaprendeu a jogar, Flavio Prado lembrou outros dois casos. Isso porque Luan e Lucas Lima tiveram uma decadência notável dentro do futebol brasileiro, motivo pelo qual o jornalista cogita um problema psicológico atrelado ao histórico de Gabigol.

“Um tema que eu falei várias vezes foi o lado psicológico. O cara quer e não consegue. Foi citado o Luan e o Lucas Lima. Esses caras, com 28 e 29 anos, não conseguem mais.”

“O Gabigol não pode ter desaprendido a jogar. O cara começou a jogar muito jovem para ser jogador de futebol, perdeu uma série de coisas, ganhou muito dinheiro, mas chega uma hora que não dá mais. Não se aguenta mais fazer aquilo.”, alertou.

PUBLICIDADE

Motivação de Gabigol no Palmeiras?

Por conta dos títulos conquistados na carreira de Gabigol, Flavio Prado sinaliza uma exaustão mental. Neste cenário, ao trocar o Flamengo pelo Palmeiras, uma injeção de ânimo pode ocorrer para o atleta recuperar o ótimo desempenho visto no passado.

“Esse tipo de exaustão tem rolado em muita empresa. O cara meio que não tem mais aspiração. O cara tem dinheiro pra caramba, já ganhou todos os títulos, e não consegue mais buscar essa força. Os caras não suportam mais. Tem que tomar muito cuidado se o Gabriel vai aguentar. O cara trava mesmo.”, finalizou.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial