Home Futebol Milton Neves elege melhor seleção do futebol mundial: “Ousadia”

Milton Neves elege melhor seleção do futebol mundial: “Ousadia”

Apresentador enalteceu a Espanha, que derrotou a França por 2 a 1 na semifinal da Eurocopa nesta terça-feira (09)

Marco Maciel
Marco Maciel é jornalista que atua cobrindo futebol brasileiro, com ênfase para o futebol gaúcho com Internacional e Grêmio e para a mídia esportiva. Graduado em jornalismo pela pela PUC-RS, em 2007, está no Torcedores.com desde 2022; passou pela redação e assessoria de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade); edita o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004; e passou a escrever para o site NasPistas.com a partir de 2023.
Milton Neves, jornalista esportivo

Milton Neves, jornalista esportivo (Divulgação/Band)

Milton Neves repercutiu a classificação da Espanha para a decisão da Eurocopa 2024. O apresentador exaltou a Fúria treinada por Luis De La Fuente, que bateu a França por 2 a 1 nesta terça (9), pela semifinal da Uefa Euro.

PUBLICIDADE

Em sua coluna no UOL, o apresentador definiu a Espanha não apenas como a grande seleção da Europa, como também a melhor do mundo. Assim, Milton Neves cravou a Fúria como campeã da Eurocopa na decisão do próximo domingo (14) contra Inglaterra ou Holanda, que definirão amanhã (10) quem será a outra classificada.

“É praticamente impossível que o selecionado da Península Ibérica deixe escapar esta Euro!”, projetou Milton Neves.

PUBLICIDADE

Milton Neves destacou perda de marca da França

O jornalista apontou a Espanha como a seleção que mais chamou sua atenção entre as que disputam a Eurocopa e a Copa América. O radialista destacou a juventude da equipe, citando nomes como Lamine Yamal, ressaltando também a posse de bola da equipe, da qual considera ‘irritante’.

Mesmo que considere a França com melhores jogadores e uma equipe superior no papel, Milton Neves não demonstrou surpresa com a vitória espanhola.

“A ousadia e bonito futebol apresentado pela Fúria derrubaram a seleção que não perdia em Copas ou em Euros há 10 anos!”, elogiou, recordando que a França não era superada nos 90 minutos de um jogo de uma grande competição há uma década. Afinal, as últimas derrotas ocorreram na prorrogação ou nos pênaltis.

A França saiu na frente com Kolo Muani, mas Yamal e Dani Olmo definiram a virada da Espanha ainda no primeiro tempo da semifinal disputada hoje (09) no Allianz Arena, em Munique. Nesta quarta (10), Inglaterra e Holanda decidirão a segunda vaga para a final em Dortmund, às 16h (horário de Brasília).

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial