Home Futebol Procópio Cardozo pede volta de Neymar à seleção brasileira: “Sem ele é um time mediano”

Procópio Cardozo pede volta de Neymar à seleção brasileira: “Sem ele é um time mediano”

Ex-técnico elegeu o atacante do Al Hilal como o melhor do futebol brasileiro, lamentando a ausência na Copa América

Marco Maciel
Marco Maciel é jornalista que atua cobrindo futebol brasileiro, com ênfase para o futebol gaúcho com Internacional e Grêmio e para a mídia esportiva. Graduado em jornalismo pela pela PUC-RS, em 2007, está no Torcedores.com desde 2022; passou pela redação e assessoria de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade); edita o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004; e passou a escrever para o site NasPistas.com a partir de 2023.
Neymar, atacante do Al Hilal

Neymar, atacante do Al Hilal (Reprodução/BandSports)

Procópio Cardozo sempre é ativo nas redes sociais aos 85 anos. Na plataforma X, o ex-zagueiro e treinador de clubes como Cruzeiro, Atlético-MG e Fluminense costuma opinar sobre o que pensa do futebol atual.

PUBLICIDADE

Diante do fracasso da seleção brasileira na Copa América, o técnico aposentado vê em Neymar uma peça ainda fundamental na equipe comandada por Dorival Júnior.

Ao compartilhar um print do apoio de Tiago Leifert ao atacante do Al Hilal na seleção brasileira, Procópio Cardozo concordou com o jornalista e apresentador.

PUBLICIDADE

“Neymar ainda é o melhor atacante brasileiro e um dos poucos capazes de surpreender a defesa adversária e decidir uma partida”, avaliou Procópio, no antigo Twitter.

O ex-treinador não poupou críticas à seleção brasileira atual que foi eliminada pelo Uruguai nas quartas de final da Copa América.

“A seleção sem ele é um time mediano, fácil de ser marcado que não faz mal a ninguém”, protestou.

Tiago Leifert pediu o retorno de Neymar à seleção brasileira

Na matéria compartilhada por Procópio Cardozo, Tiago Leifert reforçou que a seleção segue dependente de Neymar.

“Quando a gente não tem o Neymar, nada acontece. O Neymar é gênio, é extraclasse, a seleção tem que jogar em função dele. Quando ele não está, não acontece nada”, disse o jornalista, em seu canal no YouTube TiaGOL.

O atacante de 32 anos ainda não atuou em 2024, seguindo se recuperando de uma cirurgia no joelho esquerdo realizada no fim do ano passado.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial