Home Futebol Vampeta dá bronca em seis técnicos do futebol brasileiro: “Enchem o saco”

Vampeta dá bronca em seis técnicos do futebol brasileiro: “Enchem o saco”

Comentarista mencionou exagero dos treinadores em reclamações constantes que resultam em cartões

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Vampeta.

Vampeta, comentarista da Jovem Pan (Reprodução)

Vampeta não aprova o comportamento explosivo de alguns treinadores do Brasileirão. Levando em consideração o cartão vermelho aplicado para Luis Zubeldía, em Athletico x São Paulo, o ex-jogador vê uma postura desnecessária à beira do campo. Neste cenário, além do argentino, Fernando Diniz, Mano Menezes, Felipão, Cuca e Abel Ferreira foram alvos da bronca veiculada na Jovem Pan.

PUBLICIDADE

“Esses treinadores do Brasil que ficam reclamando à toa… são um jogo expulso e outro não. Que moral eles têm para chegar em um jogador de linha e falar que tá tomando muito cartão. Os treinadores tomam mais cartão do que quem está jogando. O Zubeldía de novo (tomou cartão).”, disse Vampeta, no Bate-Pronto.

“Fernando Diniz é assim, Mano Menezes é assim, Felipão, Cuca… enchem o saco da juizada. Deixem o clube na mão. Contra o Bahia, o time não estava sendo comandado por ele à beira do campo. O Abel Ferreira também é cartão atrás de cartão.”, acrescentou.

PUBLICIDADE

No caso de Zubeldía, Vampeta prevê uma reação caso o técnico cobre uma conscientização de Luciano. Voltando de suspensão contra o Athletico, o comandante do São Paulo recebeu dois cartões amarelos por ultrapassar os limites da área técnica da Ligga Arena.

“Como é que ele vai dar uma dura no Luciano? ‘Luciano, você tá tomando cartão’. ‘É verdade, mas o senhor também toma’. São vários treinadores.”, prosseguiu.

Flavio Prado diverge de Vampeta e evita aplicar bronca em Zubeldía

Na visão de Flavio Prado, o árbitro da partida exagerou ao expulsar Zubeldía. Isso porque o treinador não quis entrar em campo para tumultuar o duelo, motivo pelo qual uma advertência verbal, segundo o jornalista, ficaria de bom tamanho.

“Ele foi expulso de novo, mas eu não teria expulsado. Foi uma coisa rigorosa de árbitros infalíveis. É besteira. Os caras entram mais em campo na Argentina. Ele não fez nada demais, entrou para dar uma instrução. Tem que ter o mínimo de bom senso para ver o que é entrar em campo para invadir e entrar para dar uma instrução. Foi expulso, uma bobagem.”, opinou.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial