Home Futebol Zetti exalta atacante histórico do Brasil: “Fantástico”

Zetti exalta atacante histórico do Brasil: “Fantástico”

Ex-goleiro jogou ao lado do artilheiro no São Paulo na década de 1990, em time que se consolidou como multicampeão

Cido Vieira
Cido Vieira é um jornalista graduado no Centro Universitário Uninter que trabalha como redator no Torcedores.com desde 2017, com cobertura focada em futebol brasileiro e mídia esportiva. Acumula dentro de sua trajetória na profissão experiência na área radiofônica, sendo setorista de clubes pernambucanos, cobrindo Brasileirão e Copa do Nordeste.
Zetti, ex-goleiro

Zetti durante foto nos bastidores do SPFC (Divulgação - São Paulo)

Nome de referência entre goleiros no futebol nacional, Zetti foi convidado do podcast “Denílson Show”, em entrevista exibida nesta segunda-feira (08), no YouTube. No papo, ele relembrou momentos marcantes na carreira, bem como elogiou personagens marcantes que atuou contra e também ao seu lado. Um dos destaques mencionados foi o ex-atacante Palhinha, outro ídolo do time do Morumbi.

PUBLICIDADE

Ao relembrar a equipe amplamente vitoriosa que o SPFC tinha na década de 1990, Zetti chamou atenção para o potencial que o meia-atacante tinha dentro das quatro linhas, formando um trio badalado com Muller e Raí.

“Palhinha foi fantástico. Um dos maiores jogadores que eu vi. A inteligência dele dentro de campo era impressionante. Ele, Muller e Raí. Os três juntos era muito bom”, disse Zetti.

PUBLICIDADE

Exaltado pelo antigo companheiro de SPFC, Palhinha atuou quatro temporadas no time paulista, 71 gols em 232 jogos, conquistando o bicampeonato Mundial pelo Tricolor em 1992 e 1993. Depois de brilhar ao lado de Zetti, o atleta passou por Cruzeiro, Flamengo, Grêmio, América-MG entre outras equipes do futebol brasileiro, além de passagens pelo Mallorca, da Espanha, Allianza Lima (PER) e Sporting Cristal (PER).

Zetti questiona saída de Cássio no Corinthians

Avaliando o cenário atual do futebol brasileiro, em específico o mercado de goleiros, Zetti disse não esperar o fim da relação entre Cássio e Corinthians. Ídolo do clube alvinegro, o arqueiro buscou novos ares, após o cenário de pressão, se transferindo ao Cruzeiro. Na concepção do ex-goleiro, o atleta que passou 12 anos no Timão ainda poderia contribuir muito na equipe paulista, dada a identificação construída ao longo dos anos.

“Não imaginava. Não vou dizer que pegou de surpresa, mas foi de um jeito que não precisava. Poderia ter saído como titular, com uma proposta. O Cássio é muito a cara do Corinthians. Tinha muito a dar. Vejo qualidade no Carlos Miguel. Seria o goleiro para substituir o Cássio sem problema nenhum.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial