Home Futebol Zinho prevê ressurgimento de clube no Brasileirão: “Sobe de patamar”

Zinho prevê ressurgimento de clube no Brasileirão: “Sobe de patamar”

Comentarista também fez alerta em relação ao encaixe de reforços na sequência da temporada

Bruno Romão
Bruno Romão atua, como redator do Torcedores.com, na cobertura esportiva desde 2016. Com enfoque em futebol brasileiro, futebol internacional e mídia esportiva, acumula experiência em eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. Possui diploma de bacharelado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba.
Zinho.

Zinho, comentarista da ESPN (Reprodução)

Zinho considera que o Cruzeiro, após contratar sete jogadores, deve subir de patamar. Investindo pesado no mercado da bola, o clube fechou com Cássio, Jonathan Jesus, Fabrizio Peralta, Matheus Henrique, Walace, Kaio Jorge e Lautaro Díaz, reforços amplamente valorizados pelo tetracampeão do mundo. Neste cenário, houve uma projeção de que o time celeste pode buscar títulos em breve.

PUBLICIDADE

“No Cruzeiro, os caras vão chegar e jogar. O Botafogo, sem esses três (reforços), continua brigando pelo título. O Palmeiras também. O Cruzeiro com aquele time que se tinha dúvida no começo do campeonato… a chegada da nova SAF é para o Cruzeiro pensar em conquistar títulos.”, disse Zinho, no ESPN FC.

“Os nomes estão aí. O Cruzeiro sobe de patamar com essas contrações. Mas o campo que vai mostrar se vai dar certo.”, acrescentou.

PUBLICIDADE

Mesmo valorizando William e Marlon, Zinho não descarta que o Cruzeiro busque dois laterais. Como os dois atletas são titulares absolutos, o comentarista cogita duas “sombras” para elevar o nível de competitividade.

“O Alexandre Mattos com o Pelaipe e o Edu Dracena também vão olhar para a parte de trás e buscar reforços para a parte de trás. O William e o Marlon são bons jogadores, mas se pensar no time ficar mais (forte).”, afirmou.

Zinho alerta sobre encaixe no Cruzeiro

Lutando por uma vaga no G-6, o Cruzeiro vem evoluindo sob o comando de Fernando Seabra. Diante disso, Zinho alertou que será necessário uma boa gestão nos bastidores para que as mudanças na equipe titular não causem problemas no vestiário.

“Tem que também saber administrar. É merecimento. Se tá jogando bem, por que vai sair? Não é dentro de campo que precisa ser conquistado? Cabe a gestão do elenco com a diretoria, coordenador técnico, auxiliar… todo mundo. O campo que vai dizer. E se não ganhar? O campo que vai dizer.”, analisou.

PUBLICIDADE

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial