8 jogadores que não vão deixar saudades em suas torcidas em 2020

Torcedores separou uma lista de jogadores que não deixaram boas recordações ao torcedor na última temporada

Matheus Expedito
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. 22 anos. Amante do esporte bem jogado e admirador de boas histórias.

Crédito: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Nesta quinta-feira é comemorado o “Dia da Saudade” no Brasil, uma data para recordar a memória daquelas pessoas queridas, de lembranças da infância e bons momentos da vida. Mas no mundo da bola há também os casos de jogadores que deixaram saudades em seus clubes, tornando-se ídolos com conquistas de títulos ou feitos históricos.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

No entanto, a intenção desse texto é recordar aqueles atletas que não devem deixar uma lacuna na memória dos torcedores para essa temporada. Pensando nesses casos, o Torcedores selecionou alguns desses jogadores que deixaram seus respectivos clubes nessa janela de transferência, e que não deixarão saudades nas suas antigas equipes.

A grande parte dos jogadores escolhidos, como era de se imaginar, entraram na lista pelo péssimo desempenho no último ano. Mas alguns outros marcaram negativamente suas passagens pelos antigos clubes devido às ações fora das quatro linhas. Confira:

Diego Tardelli – Grêmio

O primeiro da lista não poderia ser diferente: Diego Tardelli foi contratado pelo Grêmio para ser umas solução no ataque comandado pelo técnico Renato Gaúcho. Sabendo da boa qualidade do centroavante, a diretoria Tricolor se esforçou para traze-lo e deu um dos maiores salários do futebol brasileiro ao jogador.

Passado o tempo, Tardelli não convenceu e anotou apenas sete gols em 47 apresentações. Durante toda o ano de 2019, ele amargou a reserva de André e Luciano. O experiente atacante ainda não acertou com nenhum clube, até o momento.

Clayson – Corinthians

Outro que fazia hora extra em seu clube, o meia-atacante Clayson deixou os corintianos de cabelo em pé no ano passado. Ele foi irregular em todas as competições na temporada e colecionou más atuações e xingamentos de torcedores. É importante ressaltar que o mau momento vivido pelo Corinthians prejudicou o desempenho de todos os jogadores do elenco. Mesmo assim, o baixinho foi, de longe, o que mais irritou a torcida.

Nesse ano, o ex-camisa 25 do Timão acertou com o Bahia, sendo uma das grandes contratações do clube para a temporada.

Carlos Eduardo – Palmeiras

Contratado por R$ 25 milhões do futebol egípcio, o atacante chegou como uma aposta bem cara no Palmeiras. Em poucos jogos, a torcida já tinha quase certeza de que a diretoria havia entrado numa fria. Essa perspectiva se confirmou com o decorrer das competições. Carlos sempre foi banco de reservas e, quando entrou, mais atrapalhou do que ajudou a equipe.

Realizou 19 jogos em todo o ano e marcou apenas um gol. Para 2020, Cadu acertou com o Athletico Paranaense, onde ficará emprestado pelas próximas três temporadas.

Santiago Tréllez – Internacional

Certamente o torcedor colorado sofreu com altas doses de ansiedade no primeiro semestre do ano passado. A espera pela liberação de Paolo Guerrero foi acentuada com as atuações de Santiago Tréllez, que pouco fez com a camisa do Internacional. O colombiano disputou apenas 13 jogos pela equipe e não marcou nenhuma vez. Ele foi devolvido ao São Paulo nesse início de ano.

Rodinei – Flamengo

Semelhante ao torcedor do Inter, os flamenguistas tiveram de esperar alguns meses até que Rafinha chegasse ao clube. Nesse meio tempo a lateral-direita do rubro-negro foi revezada entre Pará e Rodinei, ambos sem a confiança da torcida. O primeiro saiu ainda no ano passado para o Santos, enquanto o segundo foi negociado com o próprio Internacional.

Lembrando que Rodinei fez parte do elenco campeão Brasileiro e da Libertadores e, mesmo assim, não deixará saudades na Gávea.

Thiago Neves – Cruzeiro

Esse é um dos casos de jogadores que se prejudicaram mais no extra-campo do que propriamente com o rendimento dentro das quatro linhas. O então meio-campista do Cruzeiro acumulou polêmicas durante todo o ano, desde áudios vazados, flagras em noitadas até brigas com treinador. É considerado pela torcida como um dos grandes responsáveis pela queda da Raposa à Série B do Campeonato Brasileiro.

Lucão – Fluminense

Chegou timidamente ao Fluminense e saiu da mesma forma. O centroavante foi contratado para substituir Luciano, que havia acertado com o Grêmio. Não teve nenhuma atuação convincente pelo Tricolor carioca e saiu com apenas seis apresentações e nenhum gol.

Moisés – Bahia

Desgastado após muitas temporadas no Bahia, o lateral-esquerdo era constantemente alvo de protestos na arquibancada. Deixou o clube nordestino com atuações bem abaixo do esperado e foi negociado com o Internacional – em uma troca que envolveu o ex-colorado Zeca.

Leonardo Valencia – Botafogo

O chileno talvez tenha sido a maior decepção do torcedor botafoguense nos últimos anos. Presente em várias convocações do Chile, o meio-campista não chegou nem perto de repetir as boas atuações do tempo de Palestino, seu último clube antes de acertar com o Fogão. Deixou o Rio de Janeiro após dois anos e meio, e acertou com o Colo-Colo.

 

LEIA MAIS: