Alto salário impede Yannick Carrasco de deixar o futebol chinês

Clubes europeus até demonstram interesse no belga, mas se recusam a pagar seus altos vencimentos

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Twitter

Carrasco marcou 17 gols em 26 jogos na atual temporada do futebol chinês, o jogador é ídolo do Dalian Yifang. Porém, o jogador já manifestou o desejo de retornar ao futebol europeu, mas o mesmo movito que o levou ao futebol chinês, o dinheiro, dificulta a sua saída de lá.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

11 milhões de euros, esse é o valor do salário de Carrasco, do Dalian Yifang. O jogador chegou a ser oferecido ao West Ham e ao Crystal Palace, mas ambos se recusaram a pagar os altos valores. Carrasco aproveita o término da liga chinesa e treina sozinho na bélgica. O Palace já manifestou o desejo de tê-lo, mas por empréstimo.

Mas a saída do Dalian Yifang, não é tão simples. O empréstimo gratuito não parece provável, já que o o contrato do atleta só termina em 2022 e o chineses sabem que podem conseguir bons valores dentro de uma negociação. Uma redução salarial por parte do atleta, teria que ser feita, para que o seu retorno à Europa se tornasse ao menos viável nesse sentido.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

A liga chinesa até impôs um teto salarial, que é de 3 milhões de euros, mas o contrato de Carrasco foi feito antes dessa regularização. Com a nova medida, tudo indica que a ida de atletas para a liga chinesa irá diminuir, já que o principal atrativo para se atuar por lá, não é esportivo, e sim financeiro.

Leia mais

Conte recusa retorno de Gabigol e Inter já tem planos para dinheiro da venda, afirma jornal

Atlético-MG: Dudamel quer reposição para eventual saída de Cazares

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?