Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Carolina Wozniacki é eliminada do Australian Open e se aposenta das quadras; relembre feitos históricos da tenista

Último título expressivo da tenista foi em 2018, quando faturou o próprio Australian Open – seu primeiro título de Grand Slam

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter @cidovieira90.

Crédito: Reprodução/Instagram oficial @australianopen

A dinamarquesa Caroline Wozniacki está oficialmente aposentada das quadras. Nesta sexta (24), a ex-número 1 do ranking, acabou sendo derrotada pela tunisiana Ons Jabeur no Aberto das Austrália (7-5, 3-6 e 7-5), e fazendo valer o anúncio feito em dezembro de 2019, se despediu do esporte.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Nitidamente emocionada, a tenista falou do sentimento vivenciado no momento após o fim da sua carreira.

“São muitas emoções, muitas coisas que não posso compartilhar agora. Um pouco de tristeza também. Flashbacks desde que eu era criança até esse momento. Mas eu estou feliz, muito feliz. Embora eu estivesse chorando muito, realmente não eram lágrimas tristes. Eu acho que são apenas lágrimas de felicidade”, disse ela em entrevista divulgada na AP News.

Caroline Wozniacki começou a jogar tênis desde os 5 anos, dez anos mais tarde já se tornaria profissional. Mesmo ano em que ela faturou o título de Wimbledon na categoria júnior. Se destacando em praticamente todas as competições que participava, a jovem não demorou para chegar no top 100 das tenista segundo ranking da WTA.

O ápice da sua carreira foi atingido em 2010, quando no Aberto da China superou tcheca Petra Kvitová, e chegou às quartas de final do torneio. A vitória fez com que a dinamarquesa alcançasse o topo do ranking. Caro, foi avançando e conquistou o título da competição Foram 67 semanas seguidas no topo do ranking da WTA.

NOVOS ARES

A aposentadoria precoce acabou sendo motivada por fortes dores decorrentes de uma doença chamada artrite reumatóide. Após escrever seu nome na história do esporte, a tenista que recentemente se casou, agora quer dar mais atenção à sua família, viajar pelo mundo e explorar o mundo fora das quadras.

LEIA MAIS: