Serena não resiste a batalha contra a chinesa Qiang e é eliminada na 3ª rodada do Aberto da Austrália

“Joguei mal demais para uma tenista profissional. Foi pouco profissional e inaceitável”, declarou Williams

Bárbara Ribeiro
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: reprodução/Twitter

Nesta sexta-feira no Aberto da Austrália, Serena Williams foi surpreendida por Qiang Wang, da China, em Melbourne. A tenista de 28 anos, da cidade portuária chinesa de Tianjin, ultrapassou a estrela dos EUA por 6-4, 6-7 e 7-5 e irá enfrentar Ons Jabeur, da Tunísia, na quarta rodada.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em quadra a confiança de Williams era alta. Principalmente, depois que a americana conquistou seu primeiro título em três anos em Auckland, antes do Aberto da Austrália. Entretanto, a derrota de Williams em Melbourne significou a revanche de Qiang Wang. No ano passado, a tenista chinesa foi derrotada pela ex-número um do mundo por 6-1 e 6-0 nas quartas de final do Aberto dos EUA. A batalha durou 44 minutos.

Mas, desta vez, as duas tenistas tiveram trabalho em quadra. A vitória de Qiang  por três sets veio após duas horas e 41 minutos.

“Eu cometi muitos erros para ser um atleta profissional hoje”, lamentou Williams,  em entrevista coletiva após a partida.

“Eu não posso jogar assim. Eu literalmente não posso fazer isso de novo, isso não é profissional e não é legal”, afirmou.

O último título de Grand Slam de Williams foi no Aberto da Austrália de 2017 enquanto ela estava grávida da filha Alexis Olympia. Questionada pelos jornalistas se ainda há chances de conquistar o seu 24º título de Grand Slam a tenista norte-americana foi direta. “Nem sequer estaria no circuito se não acreditasse”.

Após seu último revés, Williams ainda está confiante de que pode voltar a vencer em grandes torneios.

“Me saí bem nos últimos dois torneios do ano (Wimbledon e US Open). Já os venci várias vezes, então cada um deles é uma oportunidade para eu ir lá e vencer”, explicou.

“Não é apenas sobre os slams, é sobre eu jogar bem tênis e não fiz isso hoje. Isso é mais decepcionante. Não é apenas sobre a vitória, é mais (que) eu sou melhor que isso”, finalizou.

Leia mais:

Nadal mostra foco no Australian Open e não liga para imitação de Kyrgios: “Realmente não me importa”

Após marcar dois gols, Neymar rebate “alfinetada” de repórter