Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Maílton sobre estreia no Galo: “Um dos dias mais felizes da minha vida”

Lateral marcou um gol e deu duas assistências na goleada sobre o Tupynambás

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

O lateral-direito Maílton, fez a sua estreia com a camisa do Atlético Mineiro nesse domingo. O Galo goleou o Tupynambás por 5 a 0, e o jogador de 21 anos foi um dos grandes destaques da partida.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

“Feliz demais por tudo que está acontecendo comigo. Um dos dias mais felizes da minha vida”.

Maílton teve uma atuação de gala e além de distribuir duas assistências, coroou a memorável partida com um gol. Mesmo diante de um adversário inferior tecnicamente, o jogador aproveitou e bem a oportunidade.

“Feliz pelo gol e pelas assistências. O apoio da massa ajudou muito pra gente buscar o gol o tempo todo. É manter. Pé no chão, humildade, trabalhar forte, porque tem muita coisa pra acontecer”, disse.

Após a partida, perguntas sobre a disputa por posição com Guga e Patric foram inevitáveis, mas Maílton jogou a responsabilidade pela escolha para o treinador, o venezuelano Dudamel.

“Isso a gente deixa pra ele. A oportunidade apareceu, temos que usufruir da melhor forma possível. Durante a semana ele vai escolher quem vai jogar.”

A participação ofensiva do jogador chamou muita atenção, e o atleta garantiu que não fugirá da característica independente do esquema tático que vá à campo.

“Independentemente de três ou dois volantes, tenho que chegar sempre à frente. Tenho que atacar e defender sempre, ajudar atrás e na frente. Minha posição exige isso. Ele (Dudamel) pede para eu ser bastante participativo durante o jogo. Saber a hora de atacar, a hora de defender. Está me ajudando bastante”, finalizou.

Leia mais

Odair Hellmann descarta grandes mudanças para o primeiro FlaFlu do ano: “Se fosse o Boavista, seria a mesma coisa”

De Jong lamenta mudança de técnico no Barça: “Não é um bom sinal”