Venda de Matheus Fernandes aproxima Palmeiras de metade da meta para 2020

Outras negociações foram contabilizadas no orçamento de 2019 para evitar déficit

Guilherme Paladino
Estudante de Jornalismo na UNESP, apaixonado por futebol brasileiro e internacional. Sonho em trabalhar com esporte.

Crédito: Divulgação / Flickr Sociedade Esportiva Palmeiras

O Palmeiras embolsará, de forma imediata, cerca de R$ 25 milhões pela venda de 75% dos direitos econômicos de Matheus Fernandes ao Barcelona. Esse valor poderá chegar a R$ 35 milhões ao todo, caso o volante cumpra metas definidas em contrato. O valor imediato da venda (R$ 25 milhões) se aproxima de metade da meta de vendas que o verdão havia estipulado para 2020. De acordo com o “Blog do Rodrigo Capelo”, do “GloboEsporte.com”, o Palmeiras planejou vender R$ 60 milhões em jogadores até o fim do ano.

A única venda contabilizada em 2020 foi justamente a de Matheus Fernandes. Ainda segundo o “Blog do Rodrigo Capelo”, as negociações envolvendo Carlos Eduardo e Artur foram contabilizadas no ano de 2019. Acima de tudo, essa foi uma estratégia para fechar ano passado com um superávit de aproximadamente R$ 2 milhões.

O Palmeiras ainda espera receber mais R$ 20 milhões pela venda de Deyverson. O centroavante está atualmente emprestado por seis meses ao Getafe (ESP), e há uma obrigação de compra a partir de metas definidas em contrato. Como resultado das metas cumpridas possivelmente, ele permaneceria em definitivo no clube espanhol.

Outros jogadores também estão emprestados e possuem opção de compra em seus contratos. São os casos de Borja e Antônio Carlos. Entretanto, o pagamento poderá ser contabilizado apenas no ano que vem, pois seus contratos de empréstimos se encerram no fim de 2020.

LEIA MAIS:

7 jogadores brasileiros contratados como promessa pelo Barcelona

Matheus Fernandes é o 4º brasileiro vendido pelo Palmeiras ao Barcelona

Vendido pelo Palmeiras ao Barcelona, Matheus Fernandes será emprestado ao time de Ronaldo Fenômeno