Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Rainbow Six: Confira os resultados do 3º dia da Pro League EU

G2 Esports volta a vencer na Pro League enquanto a líder da Europa tropeça pela 1ª vez esse ano. Empate entre Team Empire e Rogue foi o duelo mais disputado do terceiro dia da competição

Lucas Bichão
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução / ESL Pro League de Rainbow Six

O 3º dia da Pro League EU começou com uma partida que virou a redenção para o time da BDS Esports. A equipe chegou na elite do Rainbow Six com a expectativa de ser um dos “bicho papões” da região, mas perdeu os dois primeiros jogos. Apesar da história, o duelo em destaque ficou por conta da Team Empire contra a Rogue. Com muito equilíbrio, os times acabaram ficando na igualdade ao fim da MD1. 

Para saber tudo o que aconteceu, confira os resultados do 3º dia da Pro League EU abaixo:

 

BDS vs. Team Vitality

A BDS Esports conseguiu seus primeiros pontos nesta Pro League. Mais do que a vitória, o time conseguiu apresentar a força que muitas esperavam da equipe. Campeã da última Challenger League e semifinalista da DH Montreal, a line-up dava impressão de que poderia voar esse ano. Uma das explicações para o baixo rendimento até aqui é a entrada de Bryan “Elemzje” Tebessi. O jogador ainda não conseguiu emplacar boas partidas depois de sair da Team Secret

Mesmo com todas essas complicações, a vitória veio fácil. Pelo placar de 7 a 2, a equipe venceu a Team Vitality com Stephane “Shaiiko” Lebleu brilhando novamente. O entry fragger conseguiu 12 kills, sendo o 1º a causar abates em 4 dos 9 rounds disputados. Olivier “Renshiro” Vandroux também esteve muito bem, tendo ótimas participações de Zofia no fim do mapa. 

Mapa: Consulado

Placar final: BDS 7×2 Vitality 

 

Team Empire vs. Rogue

Na maior partida do dia, a Empire encarou a Rogue (ex-Giants). O duelo mostrava potencial devido ao jogo apresentado pelos russos nas duas primeiras rodadas e também pelo fato de a line-up da Rogue ter conseguido a classificação para as últimas finais da Pro league. O resultado não foi diferente do esperado e o empate teve bastante equilíbrio. 

Por parte da Team Empire, líder da competição, continuou a impressão de que Jevgeni “Karzheka” Petrisin e companhia são robôs ultra eficientes. Avançam com muita precisão e em dados momentos de forma repetida. Mas, apesar de utilizarem da mesma estratégia a equipe erra muito pouco nos confrontos. 

Já do lado da Rogue, a dupla Mourice “Aceez” Erkelenz e Lukas “Korey” Zwingmann fizeram ótimos trabalhos nas eliminações. O primeiro ficou com 16 kills, enquanto o segundo acumulou 10 abates. Para se ter uma ideia da quantidade de balas distribuídas entre os times, todas os rounds foram finalizados por eliminação. 

Mapa: Fronteira

Placar final: Empire 6×6 Rogue 

 

G2 Esports vs. ForZe

Niclas “Pengu” Mouritzen, o homem mais vitorioso do Rainbow Six Siege. Ele estava na final da 1ª Pro League do cenário e foi campeão pela Penta Sports na ocasião. Atualmente a fase de sua equipe não é das melhores, mas ele teima em puxar seu companheiros para cima. Com o maior rating da partida, Pengu foi destaque contra a ForZe

A G2 como um todo esteve muito bem, diga-se de passagem. Enfrentaram um rival capaz e foram dominantes em grande parte do mapa. A ForZe até tentou se recuperar de um início ruim, mas não souberam defender bem a garagem do Consulado nos rounds decisivos. Por fim acabaram emplacando sua 2ª derrota seguida. 

Mapa: Consulado

Placar: G2 7×4 ForZe 

 

Natus Vincere vs. Chaos

No último duelo do 3ª dia de Pro League europeia, a Natus Vincere conseguiu seu primeiro triunfo na Season 11. Campeãs da última edição, a organização contava com 1 ponto. Foi no confronto contra a Chaos, no Kafe Dostoyevsky, que Luke “Kendrew” e companhia deram um passo importante para tentar defender seu título nas próximas finais. 

Apesar da vitória, a Na’Vi ainda não se comportou como a vitoriosa da última Pro League. Começou a partida bem, utilizando-se de seu estilo de intensidade moderada para dominar o mapa. O team play funcionou muito bem, sendo traduzido pelo número de kills dividido entre os participantes (13 / 11 / 11 / 8 / 2). Mas, o fim do mapa não foi tranquilo, pois a equipe não soube como segurar Aleks “Vito” Lyanpun (15 kills) e Mattias “Renuilz” Nordebäck (12). Ainda assim levaram os pontos.

Mapa: Kafe 

Placar final: Na’Vi 7×5 Chaos 

 

Estatísticas Siege GG

 

Leia mais: Activision cria pacote “Outback Relief” para ajudar a combater os incêndios na Austrália

Leia mais: Rainbow Six: Confira os resultados da 1º Semana da Pro League APAC