Caso Allan: Vice do Atlético-MG rebate ameaças do presidente do Flu

Ida de Allan para o Atlético irritou mandatário do Fluminense

Eder Bahúte
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Bruno Cantini

O Fluminense promete ir à FIFA depois de perder Allan para o Atlético-MG. Após uma longa novela, o volante decidiu atuar pelo Galo. Nesta sexta-feira, o presidente Mário Bittencourt deu fortes declarações contra o jogador e o Liverpool, dono dos direitos econômicos.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Antecipo que hoje, no final do dia, vamos notificar o Liverpool, o atleta e o Atlético-MG com cópia pra Fifa. Minimamente foi uma conduta antiética. Negociação paralela com duas instituições, jogando o preço para cima”, disse Mário.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Vice-presidente do Atlético, Lásaro Cunha garante que todas as tratativas do clube na negociação estão dentro das normas.

“O Fluminense não fazia parte do negócio. O contrato de empréstimo já havia vencido. Em relação à ameaça do presidente do Fluminense, talvez a gente atribua muito mais a uma graça, uma ironia. Mas aqui isso aqui no Atlético isso não cola. Aqui nós temos consistência nas nossas tratativas. Soa quase como uma brincadeira. Ele não deve estar falando sério. Não é possível!”, disse Lásaro ao portal Hoje em Dia.

“E se no futuro, o Fluminense quiser uma assessoria jurídica para resguardar seus direitos em futuras contratações, pode nos consultar. Quem sabe não podemos ajudar?”, concluiu.

LEIA MAIS: