Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Willian fala sobre disputa por titularidade no Palmeiras: “Ninguém tem cadeira cativa”

Nos quatro jogos da equipe em 2020, Willian participou de todos, porém, vindo do banco

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/SE Palmeiras

Na tarde desta terça-feira, o atacante Willian concedeu entrevista coletiva na Academia de Futebol. O jogador que tem sido uma espécie de 12º jogador nesse início do trabalho de Luxa, falou sobre a disputa por posição no ataque alviverde.

DAZN agora custa menos de R$1,00 por dia e o primeiro mês é grátis! Assine já!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Mesmo sendo opção no banco de reservas, o atacante participou dos quatro jogos da equipe na temporada. Willian ressaltou a confiança que a comissão técnica e Luxemburgo tem lhe passado, e disse o quanto isso o motiva.

“Só de enfatizar essa importância é uma motivação a mais. Fico muito feliz, porque ninguém tem cadeira cativa no clube. Independentemente de já ter conquistado algo aqui, temos que mostrar todo dia. Ele é um treinador que quer saber daqui para frente, não do que ficou. Sempre respeitando sua história, mas querendo que todo mundo mostre o tempo todo”, disse o atacante.

“São mais de 150 jogos, 40 gols, 16 assistências, 70% dos jogos sendo titular. Desde que cheguei, sempre foi um grupo de muita qualidade. Disputa é sempre muito grande, mas sempre enfatizei muito esse respeito, essa dedicação no dia a dia. Fico feliz pelos números, pelo título de 2018. E todo início de ano, gosto de criar algumas anotações e traçar isso. Neste ano, estou fazendo de uma forma diferente. Quero viver o momento”, completou Willian.

Após as saídas de Deyverson e Borja, Willian se tornou a primeira opção para substituir Luiz Adriano. Porém, os dois chegaram a atuar juntos no último domingo, diante do São Paulo.

O atacante repetiu a postura de temporadas anteriores e se colocou à disposição para atuar pelos lados do campo e também como homem de referência.

“Já joguei das duas formas, até já tive essa conversa com o professor. Óbvio que não sou centroavante de origem, como tem essa característica com o Luiz Adriano, que além de ter facilidade para proteger a bola, com mais corpo, altura, tem qualidade para jogar, é inteligente”, declarou.

No Grupo B do Campeonato Paulista, o alviverde soma quatro pontos, dois a menos que Novorizontino e Santo André, o Botafogo de Ribeirão Preto, que completa a chave, ainda não pontuou. O Palmeiras volta a campo na próxima quarta-feira, às 19h15, no Pacaembu.

“Da nossa parte, sempre tem respeito, independentemente da equipe que vamos enfrentar. Não vão querer só se defender, em algum momento vão arriscar. Temos que estar preparados para fazer uma grande partida. Temos que ter atitude, marcação forte, e desfrutar da nossa qualidade quando tivermos a bola”, afirmou o atacante.

Leia mais

Flamengo vai jogar todas as partidas da fase de classificação da Taça Guanabara no Maracanã; entenda

 

As melhores notícias de esportes, direto para você