Arthur explica discussão com Edílson em São Raimundo-RR x Cruzeiro: “Ele me cobrou, eu cobrei ele”

Após lance em que zagueiro não subiu, lateral-direito foi cobrá-lo; para Arthur, porém, situação foi natural de uma partida eliminatória

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: SporTV/Reprodução

Um dos tantos jovens jogadores do elenco do Cruzeiro, Arthur mostrou personalidade no duelo contra o São Raimundo-RR. Na última quinta-feira (22), no estádio Flamarion Vasconcelos, popularmente conhecido como Canarinho. No jogo válido pela primeira fase da Copa do Brasil 2020, o zagueiro teve uma discussão com Edílson. Depois da partida, porém, ele demonstrou naturalidade ao falar do lance com o experiente lateral-direito. O cotejo acabou 2×2, resultado que classificou os mineiros para a segunda fase.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Aquilo é lance de jogo. Eu e Edilson, ele me cobrou, eu cobrei ele. Mas não teve nada demais. É coisa de jogo e acontece”, afirmou Arthur em entrevista à rádio Itatiaia. Na jogada, após cruzamento na área, o zagueiro não subiu e Fábio sofre falta no lance. Por via das dúvidas, Léo, outro defensor celeste, separou os dois jogadores.

Após a peleja, Arthur também falou sobre o sentimento após avançar de fase na Copa do Brasil 2020. “Importante é a classificação. A gente sabia que ia ser um jogo muito difícil, truncado, que a equipe deles não ia facilitar. Graças a Deus, a gente saiu com a a classificação. Muito importante essa classificação, essa oportunidade que nós estamos tendo na reconstrução do Cruzeiro. O importante é a gente cumprir o nosso papel e sempre estar exaltando o nome do Cruzeiro”, finalizou o atleta.

LEIA MAIS
Torcida do Cruzeiro celebra invencibilidade no ano e 100% de aproveitamento na Libertadores
Elenco do Cruzeiro avalia treinos de Rogério Ceni: “É diferente do que fazíamos, todo mundo vai defender e atacar”
No Cruzeiro, Raniel perdeu mais de 25% dos jogos por lesão; São Paulo também sofre com contusões