Benjamin Back defende Jorge Jesus por opinião polêmica após Fla-Flu: “mimimi!”

Apresentador defendeu o técnico português no programa Fox Sports Rádio desta quinta-feira (13)

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Transmissão Fox Sports

Ao contrário da maioria dos comentaristas esportivos da imprensa brasileira, o apresentador Benjamin Back defendeu o técnico Jorge Jesus pela declaração proferida após a vitória do Flamengo por 3 a 2 sobre o Fluminense, na noite desta quarta-feira (12), pela semifinal da Taça Guanabara.

Após o clássico disputado no estádio Maracanã, Jorge Jesus reafirmou o que disse o atacante Bruno Henrique em 2019 e destacou a superioridade do Flamengo, em relação aos demais times do futebol brasileiro.

“O fato dos jogos serem oficiais não me permitem fazer cinco, seis substituições, como seria em uma pré-temporada normal. Se são os primeiros jogos do ano, é pré-temporada. Nosso adversário queria vencer o título, mas estamos em outro patamar como diz o outro”, avaliou.

A declaração rendeu críticas. Comentaristas como Fábio Sormani, Felipe Facincani, Flávio Gomes e Oswaldo Pascoal reprovaram o português e apontaram soberba e arrogância de Jorge Jesus.

No programa Fox Sports Rádio desta quinta-feira (13), o apresentador da atração, Benjamin Back, discordou de todos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Arrogância é ele falar: ‘eu sou isso, eu sou aquilo’. Ele só falou um negócio: que o Flamengo está num outro patamar e almeja outras coisas”, iniciou.

Jorge Jesus provocou polêmica após declaração e foi defendido por Benjamin Back - imagem: reprodução/Flamengo

Jorge Jesus provocou polêmica após declaração e foi defendido por Benjamin Back – imagem: reprodução/Flamengo

“Na minha opinião, mimimi! É o seguinte: ele (Jorge Jesus) deu uma entrevista e falou: ‘estadual, respeito porque é uma coisa cultura no Brasil, mas no meu currículo é zero’. Ele falou semana passada. Ontem, ele apenas ratificou isso”, concluiu Benjamin Back.

Assista aos vídeos abaixo:

Leia também:

Indignado, Benjamin Back defende Neymar e detona árbitro por amarelo: “não deveria apitar nunca mais”

Jorge Jesus ‘extermina’ técnicos brasileiros; lembre quem foi demitido após derrota contra o português