Projeto Daniel Arsham × Pokémon transforma monstrinhos em esculturas

O projeto Daniel Arsham × Pokémon usa o conceito de “arqueologia fictícia”; entenda

Gisele Henriques
MBA em Administração e Marketing, Pós Graduada em Jornalismo Esportivo, graduada em Licenciatura em Artes Visuais, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração, é graduanda de Direito e de Jornalismo.

Crédito: Imagem: Divulgação

Foi lançado pela The Pokémon Company juntamente com o artista americano o projeto Daniel Arsham × Pokémon, apresentando ícones da franquia dentro do conceito criativo do artista de “fictional archeology”.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Sabe como evoluir o Eeeve de Pokémon GO em todos os tipos? Aprenda neste link

Através das obras, as pessoas são convidadas a imaginar a descoberta de Pokémon daqui a mil anos e experimentar a passagem do tempo. Na superfície, as esculturas de Pokémon de Daniel Arsham podem parecer desgastadas, mas um exame mais detalhado do futuro escavado dos Pokémon expõe um brilho cristalizado.

Segundo Daniel Arsham, “a arqueologia fictícia é realmente uma ideia de pegar todos os objetos de nossos dias atuais e imaginar como se fôssemos um arqueólogo no futuro e olhar para esses objetos de nossa vida cotidiana ou de nossa experiência cotidiana”, disse, complementando: “acho que há algo de prolífico e impactante em tentar sair do nosso próprio período de tempo. Isso nos dá uma perspectiva de nossas próprias experiências e vidas. Com esses trabalhos, espero poder mudar a compreensão das pessoas sobre o tempo em geral”.

Tsunekazu Ishihara, CEO da The Pokémon Company, afirma: “os Pokémon evoluíram como uma marca, adotando novas tecnologias e colaborando com parceiros de novos campos, desde sistemas de comunicação de dados e tecnologias relacionadas à geolocalização até parceiros em moda e arte”, no que complementa: “É com satisfação que recebo Daniel Arsham como nosso parceiro colaborador. Meu desejo é que, com o trabalho dele, as pessoas em todo o mundo ‘mergulhem fundo’ em sua imaginação e pensem em como seriam os Pokémon daqui a mil anos.”

Abaixo, assista a um vídeo sobre o projeto:

LEIA MAIS:

POKÉMON HOME: DETALHES SOBRE O SISTEMA SÃO DIVULGADOS 

CORONAVIRUS THE GAME CHEGA PARA ANDROID 

PRODUTOR DIGITAL ANALISA ADAPTAÇÕES DE HQS BRASILEIRAS PARA GAMES: “TURMAS DIFERENTES”