De Rossi relembra passagem pelo Boca Juniors, mas fala que a verdadeira aposentadoria foi na Roma

O ídolo italiano confessou que se sentiu arrasado por não poder continuar na capital italiana; mas disse ter sido uma honra vestir a camisa do Boca

Samuel de Brito
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Marcelo Endelli/Getty Images

Em janeiro, Daniele De Rossi surpreendeu a todos ao anunciar que ia encerrar sua carreira quando ainda tinha mais seis meses de contrato com o Boca. Agora o ídolo italiano comentou sua decisão, em entrevista a revista GQ Italia, e revelou que sua verdadeira aposentadoria foi na Roma.

No Boca, ele disse que sentiu que a carreira já era suficiente e que merecia um fim: “Minha verdadeira aposentadoria foi no último dia em Trigoria (centro esportivo da Roma). Quando saí do meu quarto para ir ao Estádio Olímpico, pensei: ‘É a última vez que vou fechar esta porta’. E naquele momento, comecei a tremer. Foi devastador”.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O ex-meia disse ainda que as lesões sofridas nos últimos meses foram um fator determinante: “Tenho 36 anos, o corpo está desgastado, tenho dinheiro suficiente, por tudo isso que decidi que era melhor voltar”.

Sobre sua estadia na Argentina, o campeão mundial com a Itália em 2006 garantiu que era um sonho jogar com a camisa xeneize: “O Boca sempre foi um sonho para mim, foi uma honra. Todos os dias eu me sentia feliz no clube e mantinha contato com alguns companheiros de equipe. Foi uma experiência que humanamente me deu muito. Os últimos dias em Buenos Aires foram tristes: a licença, a mudança, a ideia de deixar um país como a Argentina, onde eu me diverti bastante”.

Acompanhe as notícias do seu time do coração pelo Facebook

Por fim, De Rossi reafirmou que realizou um desejo atuando no futebol argentino: “Sempre carreguei o desejo de jogar no Bombonera. Fora de Roma, o Boca era o clube ideal e acabei com o desejo de jogar lá”.

LEIA MAIS