Torcedores – Notícias Esportivas

Djokovic busca seu oitavo título do Australian Open; veja o histórico do sérvio no Grand Slam

Novak Djokovic faz mais uma final do Australian Open e busca seu oitavo título do Grand Slam australiano.

Felipe Persiani
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Facebook

Djokovic e Thiem decidem quem levanta a taça do Aberto da Austrália deste ano. A decisão acontece neste domingo, às 5h30 (de Brasília), na Rod Laver Arena. O Torcedores.com mostra o histórico do sérvio na competição.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Novak Djokovic – Histórico

Disputou ao todo 76 partidas, com 68 vitórias e apenas oito derrotas. Isso dá um aproveitamento de 89.5%, numero extremamente positivo. São sete títulos (2008, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016 e 2019). Arrecadou em dinheiro o equivalente a 17,054,104 milhões de dólares.

Djokovic – relato das finais

2019

Djoko passou por cima de Rafa Nadal e não deu nenhuma chance ao espanhol. De modo geral, o Toro Miura errou mais do que o costume e encontrou dificuldades nos saques de Novak, que foi consistente e agressivo, fechando o duelo em sets diretos (6/3, 6/2 e 6/3).

2016

O primeiro set foi um massacre diante de Andy Murray – 6/1. O set seguinte foi mais equilibrado e decidido no detalhe, com vitória do sérvio – 7/5. O número 2 do ranking começou com tudo e abriu 3 a 1. O britânico reagiu e virou o marcador para 4/3. O set ficou acirrado até chegar ao tie-break. Nele, Djoko se impôs e fechou em 7 a 3.

2015

Murray foi seu oponente e viu o sérvio jogar um tênis de alto nível, tirando o britânico do sério e dando alguns chiliques no decorrer da decisão. Djokovic chegou a abrir boa vantagem no set inicial, mas viu seu adversário equilibrar as forças e levou a peleja para o tie-break. Novak fechou por 7 a 5. O segundo set foi de Andy, que fechou em 7/6. Terceiro e quarto set foram de plena dominância de Djoko, venceu com tranquilidade foi sagrou-se campeão.

2011, 2012 e 2013

Neste período conseguiu conquistar o Aberto da Austrália de forma consecutiva. As finais foram disputadas contra Murray (2011 e 2013) e Nadal (2012). O jogo mais complicado foi contra o espanhol. Os tenistas protagonizaram uma das grandes finais do Australian Open.

2008

A final foi contra Tsonga, que fez bom jogo, mas insuficiente para derrotar Djoko, que fechou o confronto por 3 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4, 6/3 e 7/6 (7/2), em 3h05m de partida.

LEIA MAIS

Tênis: três torneios ATP 250 agitam a semana do esporte