Everton Ribeiro fala sobre a final da Supercopa e ressalta: “Temos que estar alerta”

Camisa 7 acredita que mesmo em começo de temporada a equipe possa manter a intensidade por 90 minutos

Ítalo Bruno
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Flamengo

O Flamengo já está em Brasília para a disputa da Supercopa, diante do Athletico Paranaense, às 11h00 do próximo domingo. Projetando o confronto diante do Furacão, Everton Ribeiro pediu em coletiva concedida nesta sexta-feira, atenção aos seus companheiros após os erros do Fla-Flu.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

“Acredito que tínhamos o jogo controlado (contra o Fluminense). O primeiro gol que fizeram deu ânimo para eles. Começaram a nos incomodar mais com a bola longa. Isso causou a impressão que perdemos o controle do jogo. Temos que estar atentos”, lembrou o jogador.

“Temos que fazer um bom jogo, com posse de bola, marcando em cima. E aguentar ao máximo. É uma final, sabemos que temos que jogar os 90 minutos em alta intensidade para trazer essa taça”, concluiu o camisa 7.

Mesmo sendo apenas o quarto jogo da equipe principal do Flamengo na temporada, o meia frisou que os atletas estão em boas condições e ressaltou a importância da possível conquista.

“A gente sabe que ninguém está 100% ainda. Muito cedo. São duas semanas de trabalho, mas estamos numa condição muito boa. Estamos preparados para aguentar esses 90 minutos ou mais, intensamente, para trazer essa taça “, disse Everton.

Retorno da Supercopa

“É um início diferente. Estar voltando este campeonato, acho importante. São dois campeonatos muito prestigiados no Brasil, e ter uma final logo no começo para ter um prestígio a mais, acho legal. Estamos ansiosos. Esperamos fazer um grande jogo.”

Primeiros três jogos

“Acho que foi bom (sequência de jogos). Foram jogos de alta intensidade, valendo três pontos. Isso é importante para nos colocar em ritmo novamente e nos dar a sensação de que está valendo. Isso é o mais importante. Soubemos aproveitar bem os jogos.”

Jogos contra o Athletico ano passado

“Realmente foram jogos difíceis. Era uma equipe muito bem treinada, sabia onde estava cada companheiro. Com um novo treinador, que a gente já conhece, vai ser mais um jogo difícil. O Mister está preparando o material para nos passar.”

Reforços e entrosamento

“O pessoal chegando está bem entrosado. São jogadores acima da média, que chegaram para fortalecer o nosso grupo. Sentiram o que é Flamengo. Internamente são pessoas de grupo. Tenho certeza que vão nos ajudar muito ao longo do ano.”

Permanência do Mister

“A gente espera que o Mister possa continuar. Nos ensinou muito. Acrescentou muito ao futebol brasileiro. Torcemos para que possa renovar e fique muito tempo com a gente, para o bem do Flamengo e do futebol, que tem muito a ganhar com as ideias que ele tem.”

Retorno de Rodrigo Caio

“O Rodrigo Caio é um monstro, porque não precisa estar treinando todo dia com a gente no campo, porque já tem uma força física fora do normal. Ano passado deu mostras disso, quando voltou de contusão e foi para um jogo de Libertadores.”

Leia mais

Filipe Luís faz alerta sobre relaxamento do Flamengo: “Não é questão física, é mental”

Thiago Maia revela aposta com Bruno Henrique por gol no Fla-Flu

Sobrevivente de incêndio no Ninho, Felipe Cardoso assina 1º contrato profissional