Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

FIFA aumenta pré-lista para Olimpíadas e CBF pode inscrever 50 jogadores

Em documento oficial, principal entidade do futebol aumentou lista de inscritos para os Jogos Olímpicos

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Alexandre Schneider/Getty Images

A CBF terá mais opções para fazer a convocação da pré-lista das Olimpíadas 2020, que será disputada em Tóquio. A FIFA, por meio de seu documento oficial, aumentou o número de inscrições de atletas de 35, como vinha sendo nas edições anteriores, para 50 atletas.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Nos dias que antecedem o evento, porém, cada treinador da equipe que estiver nas Olimpíadas terá que cortar a lista e reduzir o número para apenas 18 convocados, que assim representarão o país nos Jogos.

No inciso 3 do artigo 24 do novo regulamento da FIFA para as Olimpíadas aparece:

“Cada associação que participe da competição enviará à FIFA uma lista provisória de pelo menos 50 possíveis jogadores para a fase preliminar competição o mais tardar 30 dias antes da sua primeira qualificação. Esta lista deve mostrar o sobrenome, nome, clube, data de nascimento e passaporte de cada jogador número, bem como o sobrenome, o nome e a data de nascimento do treinador.”

O Brasil conseguiu sua classificação para Tóquio no último domingo (9) ao vencer a Argentina por 3 a 0 no Pré-Olímpico e conquistar a segunda posição no torneio. Vários jogadores importantes não foram liberadores por seus clubes e ficaram de fora da competição qualificatória.

Entre jogadores que estiveram fora do Pré-Olímpico por ordens dos clubes, mas que poderão estar nos Jogos estão Eder Militão, Renan Lodi, Gabriel Jesus, Richarlison, Vinicius Junior, Rodrygo, Gabriel Martinelli, entre outros.

Os clubes filiados à FIFA não são obrigados a liberarem jogadores para a disputa dos Jogos Olímpicos, já que o torneio não se trata de uma data ligada à entidade e sim ao COI (Comitê Olímpico Internacional).

Leia mais:
Perrengue! Ex-repórter da Globo revela ter sido agredido por policial após partida: “disse que ia me prender”