De Flamengo a Corinthians: 7 brasileiros eliminados pelo gol fora de casa em competições internacionais

Alvinegro, rubro-negro e muitos outros já foram vítimas da regra em Libertadores ou Sul-Americana

João Gabriel
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Facebook Libertadores

De Flamengo a Corinthians. Atlético-GO a Grêmio. Muitos times brasileiros já foram “vítimas” da regra do gol marcado fora de casa. Na última quarta-feira (12), foi a vez do alvinegro paulista ao cair para o Guaraní, do Paraguai, na segunda fase da Copa Libertadores. Mas, você sabe quando ela surgiu?

Antes de rubro-negro, tricolor ou qualquer time pensar, foi adotada na Inglaterra. Em 1965, após uma partida entre Liverpool e Colônia-ALE terminar empatada os dois confrontos. Na época, a decisão era tirar no cara ou coroa, pois não havia pênaltis. Entretanto, a decisão a favor dos Reds deixou os alemães irritados.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

Por isso, a UEFA passou a adotar o gol fora de casa como critério a partir do próximo campeonato. Desde então, ela passou a ser usada em diversas competições. Vamos abordar alguns casos em que times brasileiros sofreram com isso, como Corinthians e Flamengo.

De Flamengo a Corinthians: confira brasileiros vítimas do gol fora

COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA

Corinthians x Flamengo 2010

Ida: Flamengo 1×0 Corinthians; Volta: Corinthians 2×1 Flamengo

Começando pelo Timão no ano de seu centenário. O Corinthians criou uma grande expectativa quando passou em primeiro do seu grupo e iria pegar um desacreditado Flamengo que passou com muito sufoco e acabava de perder um título estadual. Porém, uma vitória no Maracanã e um gol de Vagner Love em pleno Pacaembu enquanto o jogo estava 2 a 0 para o Corinthians foram suficientes para eliminar os paulistas.

Flamengo x Universidade Chile 2010

Ida: Flamengo 2×3 Universidad de Chile; Volta: Universidad de Chile 1×2 Flameng

Entretanto, após eliminar o Corinthians, o Flamengo voltava a uma quartas de final, o que não acontecia desde 1993. E se tornava mais uma vitima do gol fora. O rubro-negro perde no Maracanã, vence fora de casa, mas não pelo resultado suficiente. Era o fim do Império do Amor de Adriano e Vagner Love.

Goiás x Estudiantes 2006

Ida: Estudiantes 2×0 Goiás; Volta: Goiás 3 X 1 Estudiantes

O Goiás vinha de um momento ímpar na sua história. Foi terceiro colocado no Brasileirão e havia faturado sua primeira e até então única classificação para a Libertadores. Após o primeiro lugar no seu grupo, o alviverde viu a vida complicar nas oitavas. Com derrota por 2 a 0 na Argentina, os 3 a 1 não foram suficientes na volta.

Grêmio x River Plate 2018

Ida River 0x1 Grêmio; Volta: Grêmio 1×2 River

Além de Flamengo e Goiás, quem também sofreu foi o Grêmio. Então atual campeão da Libertadores, os gaúchos venceram o River Plate por 1×0 fora de casa. Entretanto, o gol fora fez novamente diferente. Na Arena, o River tirou a diferença e carimbou vaga na final para enfrentar o Boca Juniors.

COPA SUL-AMERICANA

Goiás x Cerro Porteño 2009

Ida: Cerro 2×0 Goiás; Volta Goiás 3×1 Cerro

Mais uma vez o Goiás sofrendo com gol fora de casa. Um ano antes de ser vice-campeão da Sul-Americana, o alviverde não pôde nem entrar direito na competição. Ainda nas oitavas de final, caiu para o Cerro Porteño do Paraguai. Coincidentemente com o mesmo placar que o eliminou em 2006 da Libertadores.

Atlético-GO X Universidad Católica 2012

Ida Católica 2×0 Atlético-GO; Volta Atlético-GO 3×1 Católica

Em 2012, a situação do Atlético não era boa. O Dragão foi rebaixado como vice lanterna do campeonato. Porém um momento de glória foi o jogo de volta das oitavas de final. O Atlético venceu por 3 a 1 a Universidad Católica na sua única participação em um torneio internacional.

Santa Cruz X Independiente Medelin 2016

Ida Ind. Medellín 2×0 Santa Cruz; Volta Santa Cruz 3×1 Ind. Medellín

Assim como o Atlético-GO, essa é a única participação do Santa Cruz em uma competição internacional. Como campeão da Copa do Nordeste, o Tricolor do Arruda garantiu uma vaga na Sul-Americana. E até que não fez feio e garantiu um bom placar dentro de seus domínios.

LEIA MAIS
CONTE LAMENTA DERROTA DA INTER PARA O NAPOLI NA COPA ITÁLIA: “MERECÍAMOS PELO MENOS O EMPATE”

PRÉ-LIBERTADORES: CINCO VEZES QUE TIMES BRASILEIROS SOFRERAM NESSA FASE DA COMPETIÇÃO