Mercedes revela nova pintura para a temporada 2020

Mercedes apresentou seu novo carro com antecedência de quatro dias

Carlos Lemes Jr
Colaborador do Torcedores.com.Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Divulgação/Mercedes

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas já conhecem a nova pintura doo carro que vão pilotar na temporada 2020 da F1. Isso, porque a Mercedes apresentou o modelo  W11  com quatro dias de antecedência, já que as apresentações das equipes começam, oficialmente, no próximo dia 14 de fevereiro.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O W11 está com as cores bem parecidas, em relação ao modelo de 2019. A grande novidade é a presença do vermelho bordô da industria química INEOS. A empresa inglesa fechou um contrato de patrocínio, com os alemães, até 2024. A duração do contrato pode significar a manutenção da Mercedes, como equipe, a partir de 2021.

De resto, o prateado característico da marca da estrela de três pontas, persiste, assim como, os detalhes em azul turquesa da petrolífera malaia Petronas.

“Estamos aqui no longo prazo”, disse Toto Wolff , chefe da equipe, durante a apresentação. “A Mercedes tem uma grande plataforma para a marca na F1. É o ápice para a tecnologia híbrida. Nós gostamos da plataforma, mas ao mesmo tempo estamos em negociações com a categoria e algumas coisas precisam ser resolvidas. Essa parceria indica nosso desejo de continuar na categoria”, seguiu.

Vale lembrar que esse modelo, apresentado nessa segunda-feira, 10 de fevereiro, não é, exatamente, o bólido que vai para os testes de pré-temporada. Nele, ainda faltam alguns ajustes aerodinâmicos e a aprovação final da FIA. A pré-temporada, por sua vez, tem seu primeiro dia de atividades em 19 de fevereiro.

LEIA MAIS

Fiscal de pista morre atropelado em corrida na Argentina 

Ex-F1 diz que Verstappen é o “Messi do esporte a motor”

Porsche: “Usamos a Fórmula E como plataforma de desenvolvimento”