Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Análise: Liga de Batalha acrecenta competição a Pokémon GO

A Liga de Batalha transforma o mobile em realidade aumentada Pokémon GO em um game de eSports? Saiba mais na Análise

Gisele Henriques
MBA em Administração e Marketing, Pós Graduada em Jornalismo Esportivo, graduada em Licenciatura em Artes Visuais, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração, é graduanda de Direito e de Jornalismo.

Crédito: Imagem: Divulgação

Uma das grandes surpresas de Pokémon GO no início de 2020 foi a inclusão da Liga de Batalha GO, um sistema de confrontos online, onde jogadores do mesmo nível podem duelar em equipes de três criaturas; o Torcedores.com jogou e fez uma Análise, confira abaixo:

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Confira também: Cinco melhores jogos grátis para PC; veja a lista neste link.

A pré-temporada da Liga de Batalha GO iniciou com a Grande Liga, alternando para o formato atual da Ultra-liga em 10 de fevereiro, no que a Liga Mestra chegará na segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020, às 13h (PST) e a Grande Liga retorna na segunda-feira, 9 de março de 2020, às 13h (PST).

As batalhas ficam disponíveis no menu no jogo, no que o jogador precisa caminhar por cinco quilômetros para o acesso, o que pode ser feito até três vezes ao dia. Caso não consiga caminhar para liberar, também é possível acessar ao custo de algumas Poké moedas.

Um bom atrativo da Liga são as recompensas, com Poeira Estelar, Doces Raros, aparições de Pokémon, entre outros, culminando com o ganho de um Pikachu com roupa de lutador, e roupas para o avatar. Porém, para ganhar é preciso lutar (e vencer bastante).

O jogador vai subindo de nível de acordo com as sequências de vitórias, até chegar no nível 10, o que garante a entrada no ranking. O percurso é longo, não sendo tão fácil assim vencer os confrontos; é necessário muita estratégia para a formação de uma boa equipe, a escolha do Pokémon certo para enfrentar cada inimigo (que varia de acordo com o Tipo do monstrinho enfrentado) e a decisão de usar os escudos disponíveis ou mesmo trocar de monstrinho no tempo certo exige bastante agilidade e astúcia do jogador.

As batalhas contra a Equipe GO Rocket foram uma boa introdução ao sistema de confrontos, porém, no competitivo online, as lutas exigem habilidades diferentes, não exatamente devido ao PC dos monstrinhos como nos confrontos com a Equipe Rocket, mas pela diversidade dos possíveis desafiantes.

Sem dúvida, acrescenta mais uma opção de diversão ao jogo, que não se limita mais ao “capturar monstrinhos”, sem perder a essência de fazer o jogador “caminhar para ter acesso a novos conteúdos”.

Pontos Positivos:

  • Mais interação entre jogadores
  • Opção de um novo modo diferenciado no jogo
  • Competições, que podem crescer muito em eSports

Pontos Negativos:

  • Alguns bugs e falhas de conexão podem ocorrer
  • O balanceamento do jogo é bom, mas pode sim haver desequilíbrio de forças entre os lutadores

Pokémon GO pode ser baixado gratuitamente para dispositivos iOS e Android.

LEIA MAIS:

POKÉMON HOME: DETALHES SOBRE O SISTEMA SÃO DIVULGADOS 

CORONAVIRUS THE GAME CHEGA PARA ANDROID 

PRODUTOR DIGITAL ANALISA ADAPTAÇÕES DE HQS BRASILEIRAS PARA GAMES: “TURMAS DIFERENTES”