Situação de Rodrigo Dourado, título mais perto, fim de coletivas e base: dirigente atualiza situações do Inter

Vice-presidente de futebol Alessandro Barcellos concedeu entrevista à Rádio Gre-Nal

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Site Inter

Substituto desde o início desse ano de Roberto Melo, que pediu demissão do cargo ainda no final do Brasileirão de 2019, o novo vice-presidente de futebol do Inter, Alessandro Barcellos, atualizou uma série de assuntos importantes do clube em entrevista à Rádio Gre-Nal.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Ele mostrou boa expectativa na recuperação de Rodrigo Dourado, que segue de fora por lesão no joelho esquerdo; falou das chances de conquista do Gauchão; explicou o porquê do fim das coletivas de dirigentes pós-jogo e valorizou o uso da base, que passou a ser “determinação” da direção neste ano.

Abre aspas para Barcellos:

Rodrigo Dourado: “Temos a expectativa que ele volte. É um grande jogador. O clube acredita muito no potencial dele. Há uma complexidade, pois não foi uma lesão simples. Mas ele vem em um processo evolutivo”.

O título mais perto de ser buscado: “Mais próximo é o turno do Gauchão (risos). Vai depender muito do encaixe, da forma de trabalho. Mas estamos preparados e confiantes pra encarar os desafios”.

Fim das coletivas pós-jogo: “Estaremos sempre acompanhando a equipe e à disposição de vocês (imprensa). Pensamos em mudar uma lógica que já mudou no mundo inteiro. Quem fala sobre o jogo é o técnico”.

Base: “Não basta querer usar os jovens, temos que abrir espaço pra eles. Temos que pensar neles dentro do planejamento. O Jhonny é um exemplo disso. Temos uma determinação da direção para o aproveitamento da categoria de base e também o entendimento do Eduardo Coudet desta utilização”.

LEIA MAIS:

Rodinei vibra com classificação e se “assusta” ao saber da sequência de jogos pela frente: “Fiquei até cansado agora”

Como um raio! Marcos Guilherme define alegria após golaço e classificação do Inter: “Extrema importância”