Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Valor da NBA volta a crescer e Knicks é a franquia mais valiosa

Apenas Los Angeles Lakers, New York Knicks e Golden State Warriors ultrapassam valor de 4 bilhões de dólares somando para uma nova marca na NBA

Luis Feitosa
Jornalista graduado e amante de futebol e futebol americano

Crédito: New York Knicks

Apesar de algumas polêmicas no ano passado, a NBA continua crescendo perante ao mercado financeiro. De acordo com a revista Forbes, a liga teve cerca de 8,8 bilhões de dólares de receita na última temporada e o New York Knicks se estabeleceu pelo quinto ano consecutivo como a franquia mais valioso entre os 32 times da liga com 4,6 bilhões de dólares.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O crescimento dos Knicks equivale a um aumento de 15% maior do que no último ano. Os Lakers e os Warriors também chegaram a uma marca importante e fazem parte dos três clubes que ultrapassam o valor de 4 bilhões (4,4 e 4,3 bilhões, respectivamente). O patamar financeiro que as franquias da NBA alcançaram só Cowboys (5,5 bilhões de dólares) e Yankees (4,6 bilhões de dólares) no futebol americano e beisebol ultrapassam ou igualam em todos os times que disputam um esporte americano.

Outro número que mostra o tamanho da NBA perante as outras ligas é que apesar de grandes jogadores estarem lesionados como Stephen Curry, Klay Thompson e Kevin Durant e fora durante a temporada o ano de 2020 ainda será de alta novamente na receita. A primeira previsão é que pelo menos 8% da liga cresça em relação ao ano passado. O aumento é devido a nova arena do Golden State Warriors, o Chase Center, e as reformas feitas nos ginásios do Philadelphia 76ers, Cleveland Cavaliers, Boston Celtics e Washington Wizards.

Em média, as 32 equipes da NBA valem 2,12 bilhões de dólares em 2019. A liga de basquete só perde para a NFL que tem 2,86 bilhões e supera a MLB com 1,78 bilhões de dólares.

LEIA MAIS:

Zion Williamson faz história na NBA

NBA: 3 jogos imperdíveis desta quarta-feira (12)