8 jogadores foram artilheiros da Libertadores e do Brasileirão; relembre todos

Ser artilheiro dos dois principais torneios de clubes para os brasileiros é para poucos

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ser artilheiro para um atacante é o ápice individual de sua carreira. Agora imagine ser artilheiro de uma Copa Libertadores e de um Brasileirão, seja no mesmo ano ou não.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Apenas 8 jogadores têm esse privilégio e o Torcedores lista abaixo todos os atletas que figuraram no topo das artilharias de ambas as competições:

Coutinho – Libertadores 1962 (Santos) e Brasileiro 1962 (Santos)
Pelé – Libertadores 1965 (Santos) e Brasileiro 1961 e 1964 (Santos)
Toninho Guerreiro – Libertadores 1972 (São Paulo) e Brasileiro 1966 e 1968 (Santos)
Zico – Libertadores 1981 (Flamengo) e Brasileiro 1980 e 1982 (Flamengo)
Ricardo Oliveira – Libertadores 2003 (Santos) e Brasileiro 2015 (Santos)
Luís Fabiano – Libertadores 2004 (São Paulo) e Brasileiro 2002 (São Paulo)
Jô – Libertadores 2013 (Atlético-MG) e Brasileiro 2017 (Corinthians)
Gabigol – Libertadores 2019 (Flamengo) e Brasileiro 2018 (Santos) e 2019 (Flamengo)

Apenas Coutinho, pelo Santos, em 1962, e Gabigol, pelo Flamengo, em 2019, dominaram ambas as artilharias em uma mesma temporada.

O jogador que demorou mais tempo entre uma artilharia e outra foi Ricardo Oliveira, que foi artilheiro pelo Santos, em 2003, e pelo mesmo clube em 2015, no Brasileirão.

Leia mais:
Neymar, Zidane e mais: 9 filmes que contam com participações de estrelas do futebol para assistir no período de quarentena