Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Advogado de empresária que seria pivô da prisão de Ronaldinho diz que MP faz “show midiático” e que cliente não deve se apresentar

Dália López seria a cabeça de um grande esquema de falsificação no Paraguai

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: Reprodução

A empresária paraguaia Dália López foi convocada a depor na Justiça do Paraguai pelo caso que levou à prisão do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, mas seu advogado declarou em entrevista ao canal ABC que sua cliente não deve se apresentar.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

A suspeita já é dada como foragida da Justiça, mas Álvaro Arias, responsável por sua defesa, foi taxativo ao criticar o Ministério Público pelas acusações:

“E por que ela deveria se apresentar?”, questionou o advogado de defesa.

“Com o promotor (Osmar Legal, responsável pela prisão de Ronaldinho), vamos esperar um pouco, porque temos o obstáculo que ele diz que devemos disponibilizar a senhora Dália López (à Justiça), ou seja, o promotor quer que a dama apareça na fotografia de todas as redes sociais algemadas e com todos os microfones na boca; é isso que a acusação precisa evitar, então vamos aguardar a acusação.”

Vale lembrar que Ronaldinho passou pelo processo que o advogado da empresária pretende evitar. Dália López é famosa no Paraguai por sua relação próxima a políticos e pela grande fortuna.

O advogado explicou o que pretende fazer com a empresária antes de levá-la à Justiça.

“Para exercer a defesa, eu teria que saber minimamente do que ele está sendo acusada”, disse.

“Eu disse a ela em caráter privado o que ela iria declarar em depoimento, então isso foi corrigido um pouco à noite, que é onde vejo que Dalia López foi imputada; Suponho que o juiz de garantia criminal, quando ele abrir seu escritório, vai acatar a denúncia. O juiz agora tem que convocá-la e agora é que a senhora deve comparecer perante o juiz criminal de garantias (e não por determinação do MP).”

Leia mais:
Promotor responsável por prisão de Ronaldinho nega que Sérgio Moro possa ter influência em possível soltura: “somos independentes”