Coronavírus: Sette Câmara explica decisão de iniciar ‘quarentena voluntária’

Presidente do Atlético-MG se antecipou em prevenção contra a pandemia do novo coronavírus

Patrick Monteiro
Repórter do Torcedores com passagens por: jornal O Fluminense (Niterói/RJ) e diário Lance. Comentarista e narrador na extinta Rádio Fluminense AM 540, onde apresentou os programas "Futebol Internacional" e "Jornada Esportiva". Ex-colunista do site Chelsea Brasil. Cobriu, in loco, a Copa do Mundo FIFA 2014, incluindo a grande final (Alemanha x Argentina), entre outros eventos, como Rio Open de tênis, Copa Brasil de Vela e Conmebol Libertadores.

Crédito: Divulgação/Bruno Cantini/Atlético

De casa, Sérgio Sette Câmara comanda o Atlético-MG. O presidente do clube iniciou por conta própria um isolamento em razão da pandemia do novo coronavírus. Em entrevista à rádio Itatiaia, ele explicou a decisão voluntária.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Existe um grupo de risco, que são pessoas acima dos 50, 60 anos. Pessoas com hipertensão, diabetes e com questões que possam reduzir imunidade. Tenho situação hereditária, tomo vacina biológica, tenho imunidade baixa. Me incluo no grupo de risco, seja pela idade, seja principalmente por esta questão, um reumatismo que eu tenho que cuidar há alguns anos”, detalhou.

Recentemente, o Galo suspendeu todas as atividades do elenco. Os jogadores realizam exercícios em suas próprias residências.

Leia também:

Ex-treinador da Espanha diz não ter se surpreendido com candidatura de Casillas

Liga de futebol da Hungria é suspensa por conta do novo coronavírus