Carille não vê maldade em fala sobre falta de ‘jogadores cascudos’ e cutuca: “Se ficou sentido, não pode jogar no Corinthians”

Fábio Carille relembrou o momento de maior crise da sua passagem de quase três anos como técnico do Corinthians

Péterson Neves
Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Crédito: Crédito da Foto: Reprodução/Esporte Interativo

Campeão paulista e semifinalista da Copa Sul-Americana, o Corinthians via chances de terminar de 2019 em alta mesmo sem brigar por Brasileirão e Copa do Brasil. Porém, uma dura derrota por 2 a 0 para o Independiente del Valle-EQU, em Itaquera, e o nascimento de polêmica de Fábio Carille com os jogadores implodiu uma crise gigantesca no Timão.

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Em entrevista à ESPN Brasil, nesta sexta-feira (20), Carille foi questionado sobre a declaração de que o time precisava de jogadores cascudos após o revés para os equatorianos, já que alguns atletas levaram a fala para um lado negativo, e negou afirmando que sua opinião não tinha ‘nada demais’.

“O que falei não vi problema nenhum principalmente [por não] ser um time cascudo ali na semifinal da Sul-americana. E quê problema falar isso? Alguns jogadores vão ser mais cascudos jogando e tem que passar por isso. Faz parte. Não vi maldade nisso”, explicou.

“O que eu falei ali foi nada demais. Se alguém ficou sentido, não pode jogar no Corinthians. Falar aquilo e a pessoa se sentir magoada, não pode jogar no Corinthians [pela] pressão que é [lá dentro]. Se você ver, não falei nada demais. Procurei ver muito essas entrevistas depois. Cada um leva o que você fala para o lado que quer”, completou.

Após a saída do Timão, alguns jogadores mostraram insatisfação pública com o modelo de jogo e até o modo de lidar do técnico no dia a dia alvinegro. Carille, no entanto, alega ter amizade com boa parte dos atletas.

“Eu falo com mais de 80% dos jogadores. Tenho amizade e falo com eles até hoje, entendeu? Não sei o que está acontecendo agora e é muito difícil falar quando não se está lá dentro. Ainda mais que eu sei que muitas coisas acabam indo para a imprensa e é algo que sempre me chateava. Na real, não existia muitas coisas”, finalizou.

NÚMEROS DE CARILLE NO CORINTHIANS

Em 183 jogos no comando do Corinthians, Fábio Carille obteve 86 vitórias, 56 empates e 41 derrotas. Ele está no top-7 dos treinadores da história do clube.

No comando da equipe, ele conquistou o Brasileirão de 2017 e o tricampeonato paulista (2017, 2018 e 2019).

LEIA MAIS:
Comentarista da ESPN compara decisões do Timão a do Cruzeiro: “Não está legal”
Corintianos viralizam vídeo de Carille explicando como Tiago Nunes poderia ‘vingar’ no Timão