CBV cancela Superliga B por causa do Coronavírus; saiba mais

Em comum acordo com os clubes envolvidos, a CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) anunciou o término da Superliga B, e assim, a promoção dos dois melhores clubes da competição para a elite

Andressa Fischer
Gaúcha, 21 anos. Vôlei | Futebol Gaúcho | Flamengo

Crédito: Foto: Divulgação/CBV

Na manhã dessa quarta-feira (18), a CBV se reuniu com sete representantes dos oito clubes da Superliga B feminina, por meio de videoconferência, e decidiu pelo cancelamento da temporada como precaução contra o Coronavírus. No último sábado (14), a competição entraria em fase de playoffs.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique aqui e se inscreva! Siga o Torcedores também no Instagram

Com o apoio dos clubes, a entidade definiu que as duas melhores equipes da fase classificatória serão promovidas para a primeira divisão na próxima temporada. Primeiro colocado, o Brasília retorna à Superliga após ser rebaixado em 2019, e se junta ao novato Itajaí/SC.

Renato D’avila, Superintendente de competições de quadra da CBV, explicou que a decisão foi tomada visando a saúde e bem-estar dos atletas. Na tarde dessa quarta (18), acontece uma nova reunião, dessa vez com os clubes do naipe masculino, e deve tomar o mesmo rumo do feminino.

“Pensamos acima de tudo na saúde dos envolvidos. E entendemos que pelo bem de todos, o melhor seria pelo encerramento do campeonato justamente pela indefinição do que está por acontecer. Apresentamos essa proposta e tivemos a aprovação dos clubes. Então, a partir de hoje, 18 de março, a Superliga B feminina 2020 está finalizada respeitando a classificação de momento”, disse.

LEIA MAIS

Sada Cruzeiro paralisa atividades por conta do Coronavírus

Bruninho fala que foi impedido de voltar ao Brasil por causa do Coronavírus e não acredita que Olimpíadas aconteçam