Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Geromel lamenta confusão no clássico, vê “todo mundo” culpado e dispara: “Eu, como capitão do Grêmio, estou envergonhado”

Zagueiro do Grêmio foi bem sincero ao analisar toda a confusão que marcou o clássico da noite desta quinta

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Eduardo Caspary/Torcedores.com

O futebol ficou em segundo plano na reta final do Gre-Nal 424, inédito na história da Libertadores. A partir de uma confusão generalizada, com troca de socos e pontapés entre jogadores das duas equipes, oito jogadores foram expulsos, manchando a esperada partida na Arena.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em coletiva de imprensa concedida após a partida, o zagueiro e capitão gremista Pedro Geromel se disse “envergonhado” pelos acontecimentos:

“O país tá polarizado, ninguém respeita ninguém. Nós temos, aqui, a oportunidade de dar um exemplo. Eu, como capitão do Grêmio, estou envergonhado”, disse.

“Ali no campo, não conseguimos ter a dimensão do que tava acontecendo. Todo mundo num jogo disputado, mas leal. A confusão começou na falta do Moisés no Pepê. Mas todos somos culpados”, acrescentou.

No total, oito jogadores foram expulsos por conta da confusão. Moisés, Edenilson, Cuesta e Praxedes pelo Inter, além de Luciano, Pepê, Caio Henrique e Paulo Miranda pelo lado tricolor. Em campo, a partida ficou no 0x0.

LEIA MAIS:

Inter abre o grupo da Libertadores fazendo 3×0 no melhor estilo Coudet e encanta imprensa: “Impressionante”

Puxa-saco? Após duras críticas do empresário de Ferreira, presidente do Grêmio se pronuncia

Direção do Inter adota novo discurso sobre Dourado, fora da Libertadores

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram