Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jogadores e funcionários do Schalke renunciam ao salário até junho

Conselho do clube, equipe técnica e de supervisão, além dos gerentes e funcionários também adotaram a medida para reduzir impactos do coronavírus

Samuel de Brito
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Schalke 04

O Schalke 04 anunciou nesta sexta-feira (27) que jogadores e demais profissionais do clube concordaram com a proposta de “renúncia parcial de salários e suspensão percentual de seus ganhos até 30 de junho de 2020”, feita pela diretoria do clube. Os atletas pretendem ajudar a preservar os quase 600 empregos na equipe.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Para o time azul real, a medida é fundamental, visto que o Schalke encerrou 2019 com um saldo negativo de 26 milhões de euros (R$ 148 milhões na cotação atual). A diretoria anunciou que “a medida significa um alívio mensal na faixa de milhões e é uma contribuição extremamente valiosa para garantir a liquidez da associação”.

O diretor esportivo da equipe, Jochen Schneider, afirmou ainda que a atitude dos jogadores demonstra imensa solidariedade e consideração pelo clube: “Depois que Peter Peters, Alexander Jobst e eu informamos o conselho da equipe sobre a atual situação existencial de crise, a equipe imediatamente prometeu seu apoio total. O fato dos jogadores estarem cientes de sua grande responsabilidade dessa maneira e de terem comprometido sua total solidariedade é um grande sinal de lealdade. Nossos jogadores documentaram de maneira impressionante o que o nosso clube significa para eles”.

A gerência do Schalke também sinalizou que considera tomar mais medidas depois de junho, dependendo de como a crise causada pela pandemia do novo coronavírus se desenvolva.

Dentro de campo, o Schalke ocupava o sexto lugar na tabela antes da parada da Bundesliga. O campeonato, aliás, está suspenso até o final de abril.

LEIA MAIS